segunda-feira, 8 de maio de 2017

Force Five, NeoChangeman, Ginga no Taazan - Episodio Especial - Choque de Realidades


Sejam todos muito bem vindos. A vocês que estão acompanhando Force Five, NeoChangeman e Ginga no Taazan - O Retorno do fantástico Jaspion, Seja muito bem vindo a este episodio especial que reúne três personagens dessas sagas em um único lugar. Nesta aventura que acontece durante os episódios 15 de Neochangeman e Force Five, e o episodio 09 de Ginga no Taazan, você presenciará uma batalha jamais vista. pela defesa do bem e da paz. Presencie a união desses três poderes e se quiser, deixe seu comentário.

Episodio de comemoração de 2 anos da Fanfic Force Five.

NEOCHANGEMAN, FORCE FIVE E GINGA NO TAAZAN EM :
CHOQUE DE REALIDADES



Cmt. Tsurugi: “ – A última informação foi incompleta e apressada, mas... Ela acredita que vieram em busca de mais matéria prima... Mais corpos humanos... Eles vieram pilhar corpos achando que os encontrariam ao chão se decompondo...” A expressão de raiva e ódio toma conta de todos presentes, como abutres eles vinham em busca de corpos humanos para processá-los como novos Makuras... A fúria era palpável em todos eles...

Ibuki: “ – Que seres terríveis e de uma crueldade desmedida...”

Cmt. Tsurugi: “ – Há mais uma última informação... O veículo de transporte, está programado para agir sozinho, irá tentar matar e capturar tudo que for humano, assim sendo, vamos destroçar sua primeira meta!” Nesse instante um ruído ensurdecedor como se a barreira do som tivesse sido quebrada e os inimigos estavam à vista e em alta velocidade rumo ao chão! É neste exato momento que Tsurugi sorri aterradoramente e em seu comunicador comanda:

Cmt. Tsurugi: “ –Base dos Defensores, abrir portal horizontal 600 metros acima do solo em 35°N 139°E com saída para o Monte Tanzawa e nos teleporte para lá tão logo eles sejam lançados no terreno!”

Oficial dos Defensores: “ – Entendido comandante. Portais acionados agora!”

E nesse momento, ao serem teleportados para o local que seu comandante Tsurugi ordenou, algo acontece durante a passagem. Um clarão branco e de repente tudo se apaga, como se tudo tivesse sido desligado, restando apenas diante da visão de um dos defensores da terra, Ryuchi, apenas o branco de um estranho espaço, em seguida, tudo se apaga.

==================================================================

Nesse momento as pessoas começam a correr em direção a Tazzan para atacá-lo, mas ele permaneceu imóvel.

Kilmaza: Ele com certeza será devorado. Adeus garoto e tenha uma morte horrível... HAHAHAHAHA...

Então Kilmaza e os demais ninjas dão as costas para a cena e começam a sair do local. O ataque contra Taazan era eminente, mas de olhos fechados ali permaneceu, e nos últimos segundos pensou.

Taazan: A energia positiva do universo habita em mim, com ela posso livrar a humanidade dessa situação, meu pai me ensinou que o amor é o sentimento mais positivo na humanidade, é por esse sentimento que eu lutarei e é esse mesmo sentimento que ainda habita dentro deles que os trará de volta ao normal.
Ao final desse pensamento uma forte e intensa luz dourada brilhou em seu peito e nesse mesmo momento suas asas de energia apareceram em suas costas abrindo-se em sua total envergadura, e com um bater delas, uma onda de choque dourada luminosa desprendeu-se do corpo de Taazan e repeliu o ataque iminente dos humanos dominados que caíram ao chão.

Nesse momento, o dourado torna-se branco. Tudo a frente de Taazan desaparece, em seguida, se apaga, depois disso, apenas silêncio.

==================================================================

Red Force: NÃO VAMOS SAIR!! TEMOS QUE CONTINUAR LUTANDO!!

Zandor com Zandoriam e Grégor se colocam lado a lado. Das comportas nos ombros de Zandoriam diversos mísseis são disparados ao mesmo tempo em que Grégor ergue suas mãos e cria uma bolha de energia negra que ele lança contra o inerte Robô.

Grégor: ***EXPLOSÃO FANTASMA!!***

Os dois ataques explodem no corpo inerte do Robô provocando uma gigantesca explosão levando Robô Force a uma total destruição, envolto a chamas e muita poeira. Quando as chamas se dissipam, uma enorme cratera é o que resta no lugar do Robô Force, e dentro da cratera, no centro dela, apenas o pedaço da lâmina da espada dimensional estava fincada no solo. Nenhum sinal dos Force Five.

Momentos antes da explosão, dentro da cabine do Robô Force, todo o barulho das explosões, a fumaça, os gritos, tudo é substituído por um silêncio avassalador. De repente uma cor branca toma conta da visão de Red Force, em seguida tudo se apaga...

==================================================================

Era tudo branco, não havia paredes, ou piso, mas ainda assim, os corpos de três homens estavam sobre algo sólido, abaixo deles ainda o branco se fazia. Não havia céu, não havia horizonte, não era possível se ver absolutamente nada naquele lugar, se é que podia-se se chamar de lugar. Era algum lugar, mas não estava em lugar nenhum. Depois que o apagão na visão dos três homem se desfez, pouco a pouco eles vão recuperando seus sentidos, vão levantando-se devagar conforme suas forças vão sendo restauradas pelo corpo. E então os três se levantam. Eles olham em volta de si mesmos girando seus corpos procurando entender, assimilar o que estava acontecendo, e de repente cada um deles percebe que não estava ali sozinho, que mais dois outros estavam ali a sua frente.

Ryu passando a mão pela nuca: Aiaiai, o que aconteceu? Onde estamos? Quem são vocês?

Ryuchi olhando em volta: Eu...eu não sei onde estamos. Só vejo branco!

Taazan: Maldita Kilmaza! Será esse mais uma das feitiçarias dela?

Ryu leva seu bracelete próximo a boca tentando abrir uma linha de comunicação com a Central Base.

Ryu: Hikari, está me ouvindo? Tatsumi? Hioity? Pessoal!!

Por mais que insistisse, não havia sinal algum.

Ryuchi: Mas afinal, quem são vocês?

Ryu  se vira para Ryuchi: Belo jogo guerreiro das Trevas, mas se pensa que pode me passar a perna você está…

Antes que Ryu pudesse terminar sua ameaça contra aquele a quem ele imaginava ser o inimigo, ele é interrompido.

Ryuchi erguendo a mão: Ei...Guerreiro das Trevas!? Eu não sou um Guerreiro das Trevas. Nem sei o que é um guerreiro das Trevas.

Taazan balançando a cabeça negativamente: Vocês só podem ser ilusões criadas por Kilmaza pra me enganar.

Ryu: Kilmaza!? Que raio de nome é esse?

Ryuchi percebendo que algo estava errado resolve intervir.

Ryuchi: Esperem um pouco. Se eu disser a vocês o nome Makura? Faz algum sentido pra vocês?

Ryu e Taazan se entreolham achando estranho a nome, a pronúncia. Nunca ouviram falar do nome que foi proferido por Ryuchi. Então balançam a cabeça negativamente.

Taazan: Meu nome é Taazan, sou o filho de Jaspion. Nós voltamos a terra a pouco tempo e estamos enfrentando as forças de Satã Goss. A terra atualmente está sendo dominada por ele e seus lacaios e…

Taazan é interrompido por Ryuchi.

Ryuchi: Não! Isso é impossível. Eu e meus amigos estamos lutando para proteger a terra e ela não foi dominada por ninguém. Nós a estamos defendendo. E quem é Jaspion? Nunca ouvi falar dele.

Ryu: O que vocês estão dizendo não faz o menor sentido. Os guerreiros das Trevas é que estão tentando invadir a terra. Mas eu e meus amigos estamos lutando contra eles. Estavamos lutando com um deles agora pouco na dimensão de Argós.

Taazan: Pera ai! Dimensão?

Ryu: Sim. Nós navegamos pelas dimensões lutando contra os guerreiros das Trevas.

Ryuchi: Suponho que as “Trevas”, seja uma dimensão?

Ryu: Claro! O que você pensou que fosse?

Ryuchi: De onde eu venho, essa coisa de Dimensão paralela…

Ryu: Não são dimensões paralelas meu amigo. É como se fossem outros mundos. E acessamos eles através de portais.

Taazan: Um momento pessoal!! Esrá tudo muito estranho pra mim. Se eu estou entendendo, somos todos da terra, mas...De onde eu venho está acontecendo uma coisa, mas de onde vocês vem está acontecendo outra. Nesse caso, somos de Terras diferentes?

Ryuchi: Se eu não estivesse lutando contra monstros que vêm de outros planetas, eu diria que isso é loucura...mas…! A propósito, meu nome é Ryuchi. Muito prazer...eu acho.

Ryu se apresentando: Pode me chamar de Ryu.

É nesse momento, que passos são ouvidos pelos três. Alguém se aproximava lentamente. Ao olharem para a direção de onde o barulho dos passos vinha, eles percebem, vindo até eles alguém vestido de branco. O homem que vinha em sua direção usava um sobretudo branco com botas brancas, seus cabelos eram brancos e compridos que iam até a altura de sua cintura. Os olhos do homem eram brancos também, sem nada além de branco. O homem que aparecera na frente deles, para e os encara.

Observador: Como vão, Ryu, Ryuchi e Taazan? O meu nome é Observador, e fui eu quem os trouxe aqui.

Os três ficam encarando seu anfitrião durante algum tempo sem saber o que dizer. Até que Ryu quebra o silêncio.

Ryu: Observador?

Ryuchi: Mas afinal, onde é…”Aqui”?

Observador: Primeiro de tudo vamos a algumas explicações para que vocês não tenham mais dúvidas do que está acontecendo. Taazan, você tem razão. Vocês três são da terra, mas não de terras diferentes, mas de realidades diferentes. Ryu, nenhum deles é um guerreiro das Trevas e antes que você pense o contrário eu também não sou. Como lhes disse eu sou o Observador, e vocês estão aqui por que eu os puxei de suas realidades originais para cá. E Ryuchi, respondendo a sua pergunta, aqui é onde tudo começa e tudo termina. Vocês estão no “Nada”!

Taazan: O que!?

Os três ficam parados diante do homem de branco boquiabertos com a revelação. Ryu então dá um passo à frente e quebra o silêncio.

Ryu: Cara! Se foi você que nos trouxe aqui, tem que nos mandar de volta. Eu estava perdendo uma batalha e agora o meu inimigo vai atacar a dimensão da terra. Eu tenho que estar lá para impedir.

Ryuchi dando um passo à frente: Estávamos prestes a ser invadidos por uma nave alienígena, eu tenho que voltar e me unir ao Esquadrão Relâmpago.

Taazan: Quanto a mim, aquelas pessoas no vilarejo estavam dominadas pela magia negra da Kilmaza, eu tenho que voltar pra libertá-las.

O homem permanece ali, com uma postura bem formal e um olhar sereno. Sorri meio que sem jeito e depois volta a falar com seus convocados.

Observador: Todos os eventos nos quais vocês participavam antes de serem trazidos até mim, serão retomados do ponto de onde vocês foram puxados. Nada na realidade de vocês será mexido. Então fiquem tranquilos. Porém a razão pela qual vocês estão aqui é urgente e deve ser tratada com a devida atenção.

Os três respiram fundo, se entreolham. Percebem que não havia nada que eles poderiam fazer naquele momento, naquela situação, a não ser escutar o homem de branco que surgira em sua frente. E assim eles decidem fazer.

Ryuchi: Vamos ouvi-lo.

Ryu cruzando os braços: Eu deveria tentar ficar longe de confusão, mas parece que a confusão me persegue.

Taazan: Meu pai com certeza pararia para ouvir, então, farei como ele.

Observador: Obrigado. Agora podemos prosseguir.

O Observador faz um movimento com seu braço, um movimento formando um arco de cento e oitenta graus que gera um brilho colorido, as primeiras cores a serem vistas por eles desde que chegaram ao local. Esse brilho desaparece com o branco criando um ambiente escuro, como um céu estrelado, porém, ao invés de estrelas, haviam esferas azuis, esferas espalhadas para todos os lados como se formassem um universo, esferas com mais ou menos dez centímetros de diâmetro. Eram centenas delas, talvez milhares aos que os olhos de Taazan, Ryuchi e Ryu podiam alcançar.As esferas brilhavam fortemente em um branco puro e vivo. Taazan, Ryu e Ryuchi ficam maravilhados ao olharem para aquela vista.

Ryu: Caramba!

Eles dão pequenos passos pelo local observando mais de perto as esferas que pareciam estar vivas, movendo-se lentamente pelo lugar como os planetas se movem pelo universo.

Observador: Todas essas esferas, representam uma realidade cada uma. Nós a chamamos assim, “Realidades”.

Ryuchi: Você disse nós? Então existem outros como você?

Observador: Sim. Para cada grupo de realidades diferentes, um Observador é responsável em mantê-las seguindo com seu fluxo. Mas observem aquela realidade ali.

O Observador aponta para uma esfera logo atrás de seus convidados que se viram para vê-la. Diferente de outras realidades, era uma esfera negra, sem vida, em meio àquele mar de esferas azuis cheias de vida.

Ryu: Porque aquela esfera é diferente das outras?

Observador: Entendam essas realidades como conceitos de mundos. Por exemplo, Ryu pertence a uma realidade, já Ryuchi a outra, a Taazan a outra completamente diferente das demais. Cada realidade dessa está aqui, dentro do nada, que é onde estamos agora, dentro de onde tudo começa e tudo termina. Como a realidade de vocês, as que vocês tentam proteger dos males que afligem a cada uma delas, existem várias, talvez bilhões ou trilhões de outras. Na sua realidade por exemplo Ryu, existe a possibilidade de você e seus amigos vagarem por entre as dimensões combatendo os tais Guerreiros das Trevas. Na realidade de Ryuchi, a própria terra emana uma força poderosa que escolheu a ele e seus amigos como os novos defensores da terra, sucedendo o antigo Esquadrão Relâmpago, e na realidade de onde Taazan vem, a terra caiu sobre o domínio de Satã Goss e seus Lacaios que foram ressuscitados. E assim como a realidade em que cada um de vocês vive, outras realidades vão se criando a partir das que já existem somando-se a esse universo que vocês podem ver com seus próprios olhos.

Ryu deslumbrado: Como? Como essas realidades se criam? Eu não tô entendendo.

O homem de branco assume um semblante sereno, mais do que o que vinha apresentando e então, olhando em volta vislumbrando cada uma das realidades que se era possível ver, ele prossegue com suas explicações aos três convidados.  

Observador: Todas essas realidades. Em cada uma delas existem pessoas que vivem com sentimentos, sejam eles negativos ou positivos. Saudade, amor, ódio, esperança, a dor da perda, a não aceitação, a negação, a frustração, vontades, medos, desejos. Tudo que vocês puderem imaginar geram energias que em um determinado nível, acaba criando uma nova realidade.

Ryuchi: Me desculpe, mas isso ainda está muito confuso pra mim. Poderia ser um pouco mais preciso nas explicações.

O observador sorri, responde com um leve balançar de cabeça ao pedido de Ryuchi e então prossegue.

Observador: Suponham que vocês sejam de realidades diferentes, e todos tenham um sentimento em comum, por exemplo, o sentimento de trazer de volta alguém que se foi. Esses sentimentos podem se tornar tão fortes e tão intensos, que uma nova realidade acaba se criando. E nessa nova realidade criada, esse ente querido a cada um de vocês estará lá, vivo, fazendo parte da vida de vocês como se nunca tivesse morrido. Seria como um mundo novo, o mesmo mundo, mas com a mudança de que a morte desse ente querido nunca aconteceu. ou seja, os sentimentos em comum de vocês, de três realidades diferentes gerou energia suficiente para que outra realidade seja criada. O problema, é que assim como esses sentimentos podem gerar realidades inofensivas como essa que acabei de citar, também podem criar realidades que não devem existir. Como essa que vocês estão vendo. Nosso trabalho, o trabalho dos observadores, é cuidar para que toda realidade criada seja julgada, e se considerada uma realidade maligna, que seja extinta.

Taazan: O que tem nessa realidade? Por que ela é tão diferente das outras?

Observador: Essa realidade foi gerada com sentimentos de força de vontade, com desejos de destruição e dominação. Esses sentimentos, compartilhados por três seres em três realidades que já existem, ou seja, as realidades de cada um de vocês, e como a própria cor dela a entrega, é uma realidade maligna, que deve ser interrompida até que desapareça por completo.

O observador então faz o mesmo movimento de antes com seu braço, dessa vez fazendo desaparecer todas as realidades, ou seja, as esferas em azul brilhantes, deixando apenas a realidade em negro, e voltando o espaço ao aspecto branco de antes. E logo mais à frente dos heróis, uma tela em formato quadrado, de dez metros por dez, se abre mostrando imagens da terra como eles a conheciam, porém em uma situação que eles jamais desejaram ver, nem em seus piores pesadelos. O céu não tinha mais o brilho azul, era apenas uma cor suja como se a poeira da terra tivesse se elevado toda para o ar e estabilizada em uma altura formando uma barreira que impedia a luz do sol de passar, trazendo assim a morte para a maioria dos seres. A cidade a qual eles enxergavam, uma rua inteira estava povoada de Espectros, soldados Makuras e soldados de Satã Goss. Era possível ver ao fundo de toda essa realidade um gigantesco monstro com seus tentáculos pairando sobre o ar, e em seus ombros, dois seres, um conhecido por Ryu, e outro conhecido por Ryuchi, faziam presença ao mundo pós apocalíptico que se mostrava para os três.

Ryu: Espectros aos montes e Destrus ao fundo. Isso é loucura.Destrus não venceu os Force Five.

Ryuchi: E o que o Gallahorn faz ali, com tantos soldados Makuras? Por que a terra está daquela forma?

Taazan: Satã Goss está ali. Muitos comandados de Macgaren estão ali, mas...Onde está o meu pai? E a Anri, Mya e os outros?

Observador: Estão todos mortos.

Ryuchi olhando a tela: Que tipo de seres teriam sentimentos tão obscuros e negativos a ponto de criar uma realidade como essa? Quem iria querer viver em um mundo assim?

Ryu parando em frente a tela: Acho que sei a resposta. Destrus, o tal Gallahorn e esse gigante Satâ Goss. Eles são monstros mas também possuem sentimentos. Eles tem tanta vontade de ter a terra sob o domínio deles, o desejo de serem donos do universo, de subjugarem todos os seres mais fracos que eles, que seus sentimentos criaram essa realidade, onde todos estão mortos e eles reinam. Estou certo, Observador?

Observador: Sim Ryu, está certo. Nessa realidade, os grupos de vocês existiram ao mesmo tempo, porém, os três inimigos também. Todos que vocês conhecem estão mortos, os Ryu, Ryuchi e Taazan dessa realidade também morreram. Poucos seres humanos restaram. Essa realidade, como um câncer, começará a varrer as outras esferas tomando seu lugar e predominando até que todas as realidades sejam extintas e reste apenas uma em que eles sejam os donos da terra e do universo. Toda vez que uma realidade maligna se inicia, este é o fluxo que elas seguem. A única maneira de tornar essa realidade inofensiva e fazer com que ela desapareça, é entrar lá e derrotar a ameaça que a cria e a mantém, ou seja, Satã Goss, Destrus e Gallahorn devem ser vencidos e varridos daquela realidade. E esse é o motivo pelo qual vocês estão aqui. Vocês devem derrotá-los anulando assim essa realidade maligna e fazendo-a desaparecer garantindo que as outras realidades continuem existindo em paz. E para isso os Observadores estão aqui. Nós cuidamos de todas as realidades, e quando uma surge ameaçando o fluxo das outras, nós tomamos medidas para destruí-las. No meu caso, minha medida foi convocar vocês. E espero ter feito a coisa certa.

Ryuchi se vira para o Observador: Você tem ideia do tamanho do poder desses caras? Se em nossas realidades ainda não conseguimos destruí-los, tendo todo nosso arsenal e os grupos completos, como espera que só nós três tenhamos êxito agora?

Observador: Esses caras não são nem a metade da ameaça que os da sua realidade representam, mas eles serão se não forem apagados agora. Como eu disse eles resultam de sentimentos, então, não bastará só derrotá-los lá. Vocês devem continuar lutando em suas realidades para destruírem a ameaça por completo. Entendem?

Taazan: Então tudo que temos que fazer é destruí-los. E depois voltarmos para nossas realidades e continuar lutando.

Ryu: Se esse é o caso. Eu to dentro.

Ryuchi: Changeman ou NeoChangeman, não importa, nenhum deles recusaria uma luta como essa a favor da aniquilação de um mal seja ele qual for. Eu também vou lutar.

Taazan: Eu sou aquele que possui os poder do lendário pássaro dourado. Devo usar esses poderes para defender a paz seja na minha realidade ou em qualquer outra. Eu vou também.

Observador se curvando: Em nome de todos os Observadores, eu os agradeço, e assim minha função está terminada. Quando eu desaparecer, vocês estarão inseridos na realidade em que Destrus, Gallahorn e Satã Goss existem ao mesmo tempo, lutando juntos a favor do mal. Destruam eles e em seguida, vocês estarão de volta em suas realidades, no momento de onde eu os tirei. Quando voltarem cuidem para que seus inimigos não tenham mais a chance de desejar um outro mundo podre como esse. Anos de desejos deles em serem donos desse mundo fizeram essa realidade se construir. Se destruí-los, realidades como essa jamais se iniciaram. Quando tudo terminar, vocês estarão de volta as realidades de vocês, e não se lembrarão de nada do que aconteceu aqui, mas saberão que devem continuar lutando para salvar a terra das mãos deles!

A opacidade do corpo do Observador começa a diminuir até que por completo ele desaparece. O espaço todo em volta dos heróis vai ficando mais e mais branco a ponto de ofuscar os olhos. Eles colocam suas mãos a frente e quando as tiram percebem que estão na terra, em uma grande avenida. A volta deles prédios caindo aos pedaços e carros espalhados por todo o local, tombados ou não, queimados ou não, porém todos destruídos como se uma bomba tivesse explodido ali.

A avenida estava tomada de centenas, milhares de Espectros, soldados Makuras e soldados da laia de Satã Goss. Era possível ver uma multidão dos inimigos, e lá no horizonte, ao final de toda a pilha e amontoados de soldados, Satã Goss, gigante e em sua forma monstruosa com seus tentáculos pairando pelo ar ao redor de si. Em cima de seu ombro esquerdo, Destrus, com seu sobretudo preto pairando no ar pelo vento. No ombro direito, Gallahorn, um dos mais impiedosos e maldosos seres que esse universo já viu, com seu sorriso demoníaco.

Gallahorn: Destruam essa terra, acabem com tudo.

Ao longe deles, poucos metros afastados da legião de soldados que parecia não ter fim, Ryuchi, Ryu e Taazan.

Ryu: Então é isso?

Ryuchi: Nem vamos ter tempo para nos conhecer direito não é meus amigos.

Taazan: Todos nós lutamos contra seres maléficos que querem a todo custo dominar a terra e o universo. Sabemos tudo que temos pra saber um do outro. Pra mim, isso é o suficiente para confiar em vocês.

Ryu: É, pra mim também.

Ryuchi: É uma pena que quando isso acabar, não vamos nos lembrar de nada. Eu iria adorar contar para o lendário Change Dragon, que em outras realidades existem pessoas como vocês que lutam com todo empenho e afinco para proteger a terra.

Ryu: Então vamos fazer desse momento, um momento memorável. E quem sabe, reste pelo menos fragmentos dessas lembranças em nossas memórias.

Em sua forma civil, os três partem na direção dos inimigos, prontos para a batalha que definiria o destino daquela realidade, pelo menos naquele tempo e espaço. Os soldados então, como uma multidão enfurecida, armados de suas lâminas partem para cima dos três que se apresentavam em gigantesca desvantagem contra aquela iminente ameaça.

Lá no fundo, logo atrás da multidão de soldados, nos ombros de Satã Goss, Destrus e Gallahorn percebem os inimigos se aproximando.

Destrus: Mas aqueles miseráveis não estavam mortos?

Gallahorn: Hahaha!!! Não importa se estão vivos ou mortos meu amigo. Vamos aproveitar pra matá-los de novo. Eu pelo menos vou me divertir muito com isso!

Os três se chocam contra a multidão de espectros, Makuras e soldados de Satã Goss adentrando por entre eles, já desferindo golpes que iam lhes abrindo caminho. Ryu já pula uns dois metros jogando-se para frente arqueando seu joelho direito e desferindo um golpe no peito de um Makura que com o impacto, voa metros para trás chocando-se contra outros Makuras e alguns espectros. Ao pousar, já se desvia de um ataque de uma das lâminas de um dos soldados de Satã Goss, se abaixa rapidamente ao mesmo tempo em que gira o corpo e desfere uma rasteira que leva seu atacante ao chão em meio a multidão que se fecha cada vez em cima deles. Ryuchi por sua vez dá um salto pro ar e desce armando um chute que atinge como um relâmpago o peitoral de um Espectro, ele pousa, um Makura ataca com um soco que é prontamente defendido pelo membro do Esquadrão Relâmpago que o puxa pra frente desferindo uma joelhada em seu estômago, finalizando com uma cotovelada nas costas do soldado que vai ao chão, enquanto ele ainda joga sua perna para trás atingindo outro Espectro que com o impacto voa pra cima de mais soldados indo de encontro ao solo. Taazan desfere uma voadora no rosto de um Makura que tem seu corpo projetado no ar, voando e se chocando contra o solo violentamente, em seguida Tazzan desce ao solo desferindo uma rasteira frontal que faz um Espectro dar uma cambalhota no ar e se chocar com as costas no asfalto. Outros soldados atacam com suas lâminas mas Taazan dá uma mortal para trás, Ryu desvia de outro ataque dando um salto para trás chocando levemente suas costas com a de Taazan. Ryuchi por sua vez desfere um soco certeiro em outro Makura e desvia do ataque de um dos soldados de Satã Goss dando um pulo para trás e se juntando aos outros dois. Costa a costa, eles ficam cercados em meio a multidão de soldados que fechavam cada vez mais o cerco contra eles, que não conseguiram avançar contra o gigante inimigo a frente nem meio metro.

Ryu: Desse jeito nem conseguiremos nos aproximar.

Tazzan: Acho que vamos precisar de mais poder.

Ryuchi sorri: Nesse caso…

Eles se separam novamente se jogando em meio a multidão de Espectros, Makuras e soldados de Satã Goss. Ryuchi é o primeiro, dando uma cambalhota pelo chão e em seguida desferindo uma rasteira em trezentos e sessenta graus que derruba diversos dos inimigos levando-os ao chão, ainda no chão apoiado sobre o joelho direito, ele levanta seu punho a frente de seu rosto.

Ryuchi: ***VAMOS CHANGE***

Ao se levantar, jogando o braço com o bracelete para cima como faziam seus antecessores, Ryuchi atinge um gancho no queixo de outro Makura fazendo ele voar para trás, ao mesmo tempo em que brada sua frase de transformação.

Ryuchi: ***NEODRAGON***

Um grande vento invadiu o local, Abrindo um círculo com um diâmetro de uns dois metros em volta de Ryuchi. os soldados foram violentamente açoitados e arrebatados contra carros e prédios pela rua, mantendo-os desta forma imóveis, tamanha era a pressão exercida sobre eles enquanto Ryuchi, em frente de todos, converte-se em NeoDragon! O espaço criado pela transformação de NeoDragon foi logo se fechando pela montoeira de Espectros e Makuras, mas deu tempo suficiente a Ryu Ogawa para iniciar sua transformação.

Ryu: ***FORCE DIMENSÃO***!!

Após proferir suas palavras de transformação Ryu se desvia de um soco de um soldado Makura dando uma cambalhota pelo chão ao mesmo tempo em que seu corpo brilha em uma luz vermelha. Ao se levantar, a luz se dissipa revestindo seu corpo com sua Force Swit tornando-o assim Red Force.

Aproveitando também o momento, Taazan salta convertendo seu corpo em uma bolha de energia dourada que abre o caminho por entre espectros, Makuras e soldados do demônio das galáxias, e sobe aos céus ganhando a forma de um grande pássaro de luz dourada. Em seguida seu corpo se manifesta novamente, com duas grandes asas atrás de si e uma pequena cauda.Então as asas se fecham sobre ele e, em mais uma explosão de energia, que lança mais soldados contra paredes e carros tombados pelo local destruído, uma reluzente armadura dourada surge vestindo-o, novamente as asas de energia aparecem abertas e brilham intensamente. Ele então toca o solo colocando-se em pé, com os braços estendidos lateralmente, então o brilho dourado cessa, as asas desaparecem e Taazan levanta a cabeça encarando seus inimigos. O visor de seu elmo ilumina-se indicando que ele está pronto para enfrentar seus oponentes.

Taazan: Eu vou varrer vocês do planeta que um dia meu pai protegeu.

Red Force e NeoDragon se unem a Taazan cada um de um lado e os três fazem frente ao grande enxame de soldados que parecia não ter fim.

Red Force: Não cairemos! Não perderemos pra vocês de jeito nenhum.

NeoDragon: O força da terra luta ao nosso lado.

Em cima dos ombros do todo poderoso senhor da maldade Satã Goss, Destrus e Gallahorn ouvem seus inimigos e respondem a altura.

Destrus: São apenas palavras. Mas palavras não vencem guerras.

Gallahorn debochando: Vamos garotos venham me pegar! Se forem capazes...é claro.

Satã Goss: VÃO!! VARRAM ESSES HERÓIS DA EXISTÊNCIA DESSE UNIVERSO, E DE TODOS OS OUTROS!! ANIQUILEM TODOS!!!

Ao ouvirem as palavras de Satã Goss, todos os soldados, como se movidos por um único cérebro, dividindo uma única consciência, fecham o cerco partindo para cima dos heróis. Taazan se desvia de um, desfere uma voadora em outro. Red Force chuta o peitoral de mais outro ao mesmo tempo que se vira, se abaixa e manda uma rasteira frontal derrubando mais dois soldados. NeoDragon por sua vez acerta um chute no rosto de outro Makura, se vira e da um soco em outro Espectro. O cerco se fecha em cima dele que é praticamente soterrado por uma montanha de soldados. O corpo de NeoDragon brilha e com toda sua força ele joga seu braço pra cima. A energia manifestada por ele gera uma explosão que afasta as pragas para longe dele, e com o braço levantado e as pernas cruzadas ele sobe aos céus. A imagem do Dragão aparece atrás dele.

NeoDragon: ***DRAGON THUNDER ENERGY***

Descem dos céus em velocidades surpreendentes diversos e poderosos relâmpagos que se chocam contra o solo e causam várias explosões de grande porte varrendo uma boa parte dos soldados que ao serem atingidos vão se desintegrando. Os relâmpagos cessam mas NeoDragon não se dá por vencido e dando mais uma cambalhota no ar arma seu chute com seu corpo ainda energizado pela poderosa e avassaladora Força Terrena e desce dos céus como um meteoro que cruza o universo deixando apenas um rastro de luz atrás de si..

NeoDragon: ***DRAGON KICK***

O poderoso chute do guerreiro do Dragão atinge um Espectro que é arremessado em e meio a multidão de soldados e explode levando consigo vários outros soldados. Red Force leva sua mão a cintura e uma pequena luz materializa sua espada.

Red Force: ***FORCE ESPADA***

Red Force passa por vários dos soldados cortando-os com sua lâmina. Todos aqueles que cruzam seu caminho neste momento são dilacerados por ela. Red Force então salta ganhando os céus convertendo seu corpo em uma bolha de energia vermelha.

Red Force: ***RED FORCE VICTORY***

A bolha passa por entre a multidão de Espectros dilacerando vários deles e provocando explosões conforme passa por eles. Ela sobe aos céus e Red Force volta a sua forma física, desce com sua lâmina brilhando em energia e pousa desferindo um corte de cima para baixo que gera um poderoso arco de chamas.

Red Force: ***RED FORCE FIRE SLACH***

As chamas que se desprendem da lâmina de Red Force rasga o local explodindo vários outros Espectros e Makuras. Abrindo caminho contra o gigante Satã Goss. Mas ainda havia mais soldados a frente, e Taazan com suas wing swords em mãos estava pronto para limpar o restante da passagem. Ele corre, pisa sobre os ombros de Red Force e se impulsiona para cima pousando mais a frente já desferindo um corte em “x” contra mais dois Makuras, gira o corpo e um corte de cima para baixo com a lâmina da mão esquerda derruba mais dois espectros  e um outro corte na horizontal com a lâmina da mão direita derruba mais alguns dos soldados de Satã Goss que explodem na frente dele.

Taazan: ***WING SWORDS LASER!***

As lâminas das espadas são envolvidas com energia dourada apresentando um intenso brilho. Então ele coloca o braço esquerdo a frente na altura do ombro com a espada apontada para o inimigo e seu braço direito estendido para baixo com a lâmina paralela ao corpo que levemente é inclinado a frente. Nesse momento suas costas também brilham e colocam suas asas de energia a mostra, uma batida delas o impulsiona em direção a legião de soldados. Taazan se prepara para varrer dalí o máximo de soldados que seu poder conseguir e então…

Taazan: ***TAAZAN, GOLD CRASH!***

Com um movimento diagonal de cima para baixo com a espada do punho direito, e com um corte aplicado horizontalmente da esquerda para a direita, ele lança toda energia em forma de cruz que passa por todos os outros soldados restantes explodindo-os conforme ela vai avançando. Os que não são atingidos são lançados violentamente contra o solo com os impactos das explosões.

Ainda havia poucos soldados remanescentes dessa batalha que tentavam se levantar e o caminho praticamente livre até o gigante Satã Goss. NeoDragon e Red Force se juntam a Taazan e os três correm em direção ao maléfico demônio das galáxias.

Red Force: É agora ou nunca.

NeoDragon: Vamos jogá-los para longe desta realidade.

Taazan: Para sempre!!

De um objeto no centro da testa do gigante monstro um raio é disparado em cima dos três guerreiros e uma grande explosão acontece, pedaços de concreto dos prédios caem, carros voam, postes são lançados como gravetos em meio ao vento. De dentro da gigantesca bolha de chamas que se formou surgem os três heróis da esperança saltando a vários metros do chão visando alcançar Satã Goss. E ainda no ar em meio às chamas, poeira e fumaça que se gerou...  

NeoDragon: ***DENSETSU FORM***

NeoDragon abre os braços, seu Densetsu o envolve tornando-se agora o novo corpo em batalha, torna-se o lendário dragão com seu atual guerreiro, um corpo apenas, gigantesco, avassalador. O Dragão alado dá um rasante passando a centímetros dos escombros no asfalto quebrado ao mesmo tempo em que Taazan e Red Force pousam em suas costas, e assim, os três partem em linha reta na direção do Demônio.

Red Force: Vamos acabar logo com isso!

Red Force toma a frente enquanto Taazan se posiciona logo atrás, os dois em cima do Densetsu-ju Dragão, Red Force passa a mão por sua espada tornando-a uma lâmina laser.
Taazan logo atrás dele manifesta seu poder. Seu corpo brilha intensamente em uma cor dourada, as asas do pássaro dourado se manifestam ficando gigantescas. Elas então abraçam o Dragão que agora, graças ao poder do pássaro dourado, também brilha intensamente mudando para um dourado ofuscante. Red Force pula das costas do Dragão ficando na altura da boca do grande ser lendário. Seu corpo se converte em uma bolha de energia novamente e o Dragão cospe uma poderosa e enorme baforada de chamas que não atinge o bolha de energia de maneira destrutiva, mas a impulsiona contra Satã Goss. O poderoso ser que tem o poder de enfurecer os seres e transformá-los em monstros incontroláveis, tenta com seus tentáculos barrar o ataque de seu inimigo protegendo a si e seus comparsas. A bolha de energia impulsionada pelas chamas do dragão que agora tinha seu nível de poder ainda mais alto graças a junção com a força do pássaro Dourado, atravessa o peito do Gigante da trevas. O Dragão por sua vez converte-se em energia, um misto de cores variantes de vermelho e dourado misturando-se as chamas tornam o gigante Densetsu-ju um poderoso ser constituído de fogo que atravessa o corpo de Satã Goss logo em seguida. Uma gigantesca explosão jamais vista naquela realidade acontece consumindo Satã Goss e seus parceiros.

Em meio a muita poeira e fumaça decorrente da explosão, Red Force, NeoDragon agora de volta a sua forma Neo, e Taazan, pousam no local destruído. Onde outrora havia prédios e uma avenida com carros e pessoas que transitavam diariamente, agora apenas uma gigantesca cratera sem sinal algum de vida.

Os três se entreolham, e quando pensam em comemorar, uma nuvem negra surge nos céus, pouco a pouco tomando forma, até que se revela ser a imagem de Satã Goss que aos poucos vai se desfazendo em fumaça até desaparecer por completo.

Taazan: Acho que nós conseguimos

Red Force: Mas...e Destrus e Gallahorn?

NeoDragon: Provavelmente destruídos por todo aquele poder que geramos. Pelo menos nessa realidade, eles não existem mais.

Red Force: Se esse é o caso, então nós conseguimos?

NeoDragon: Eu acho que sim.

Neste momento os corpos dos três começam a ficar transparentes, como se estivessem desaparecendo. Eles estavam voltando, cada um deles a sua realidade.

Red Force: Vamos voltar aos nossos mundos e protegê-los custe o que custar. Como o Observador nos disse.

Taazan: E eu, junto de meu pai, livrarei o meu das garras do Satã Goss.

NeoDragon: Todos nós temos inimigos terríveis para sobrepujar. Não se deixem desanimar. Não desistam nem por um instante. A partir de agora, qualquer um de nós que cair, colocará em risco as três realidades.

Os três guerreiros ficam ali lado a lado, juntos, até desaparecerem por completo enquanto no horizonte, em meio a tanta destruição deixada pela batalha que travaram.

No céu escuro ofuscado pela poeira que se levanta do solo daquela terra, daquela realidade, um ser usando branco, observava a tudo e presencia os Heróis desaparecerem.

Observador: Nós nos encontraremos novamente meus amigos. Por enquanto, boa sorte.

O Observador também desaparece...

No “Nada”, onde todas as realidades representadas pelas esferas azuis, aquela que possuía a cor preta, aquela cuja denominação maligna a condenava a ser destruída, passa a ter uma cor cinza, em seguida azul, e em seguida desaparece...



Continua….Mas para o bem de todas as realidades...Esperamos que não…>>

Um comentário:

  1. Meu Deus. Cara... como você conseguiu isso? Confesso que quando li que você tinha feito um cross over com tarzan e neo changeman, achei que não ia ser legal pq as tematicas sao distintas demais.

    Mas, você conseguiu. E, com maestria. E... mais você deixou um caminho para reencontros. Surreal. Eu já disse uma vez: podemos ter a nossa liga da justiça mindstorm. Risos.

    Parabéns demais amigo. Eu, particularmente, amo a série do Tarzan. Foi muito bom ver como vc o inseriu na história.

    Antes de encerrar, eu não posso deixar de mencionar... que português...cara.... isso é digno de muito elogio em tempos que as pessoas escrevem tão mal.

    ResponderExcluir