domingo, 31 de maio de 2015

Esquadrão Dimensional Force Five EP: 05 Familia



Yellow_force.jpg


Neste episódio Destrus e sua trupe resolvem sequestrar pessoas para servi-las de alimentos aos monstros da dimensão das Trevas, em meio a tudo isso um garoto pelo qual Kumiko se afeiçoa, procura por sua mãe e pai que desapareceram. Fique agora com mais um episodio de Esquadrão Dimensional Force Five






CENTRAL BASE- ABAIXO DO PRÉDIO SEDE DAS EMPRESAS MITSUBASA.


Hikari fazia alguns ajustes no sistema da central quando Hioity, meio sonolento, entra na sala.


Hikari:   Hioity, nem tive oportunidade de falar com você depois de tudo que aconteceu. Como seu amigo está?


Hioity: Ele vai ficar bem. Onde estão os outros?


Hikari: Todos estão com Tatsumi na sala da presidência lá em cima no prédio. Achei que seria melhor deixar você descansar um pouco mais. Por isso você não foi chamado.


LÁ EM CIMA NO PRÉDIO - SALA DO SENHOR MITSUBASA


Mitsubasa estava sentado a sua mesa, nas poltronas a frente Maique, Ryu, Heiko e Kumiko,  conversavam com ele sobre os últimos acontecimentos.


Mitubasa:  Realmente, os danos provocadas pelo último monstro de Destrus foram muito grandes, inclusive um dos prédios atacados era de minha propriedade.


Ryu de braços cruzados:  Devia estar mais preocupado com as vitimas dos ataques, não com sua propriedade.


Mitsubasa:  E quem disse que não estou. estou fazendo tudo ao meu alcance para dar a elas um pouco de conforto, já que muitas perderam suas casas, e muitas tiveram seus familiares feridos.


Heiko:  Fiquei preocupada com o Hioity. O amigo dele perdeu o pai nessa onda de ataque e ele se sente um pouco responsável.


Maique:  Hioity é bem mais forte do que a gente pensa, não precisamos nos preocupar com ele.


Kumiko: Ryu, devia ter ido ao enterro também, por uma questão de respeito?


Ryu se levanta.


Ryu: Pra começar o amigo era do Hioity, não meu, e se bem me lembro o Hioity não vai muito com a minha cara, e nem eu com a dele?


Mitsubasa: Tudo bem, ja chega!!


Maique se levanta e fica na frente de Ryu: Estamos nos esforçando para nos dar - mos bem, pra nos mantermos vivos, você é o único que se nega a fazer parte da equipe. Por que continua agindo desse jeito?


Ryu:  Não vou ficar puxando o saco de vocês se é o que espera de mim. E eu não sou o único a me negar fazer parte da equipe. Não é Kumiko?


Heiko: O que ele quer dizer?


Kumiko se levanta e se dirige para fora da sala sem dizer uma palavra.


Mitsubasa: Já chega!!


A discussão cessa.


Mitsubasa: Não creio que este seja o momento e nem o lugar para debatermos isso.


De repente o telefone em cima da mesa toca e Mitsubasa atende.


Mitsubasa:  Sim, pois não, mande entrar.


A porta se abre e uma figura conhecida por Mitsubasa mas desconhecida para Ryu e os outros entra na sala, vestido com um terno preto, usando cabelos pretos penteados para trás, de olhar firme e carregando uma pasta preta. Bem afeiçoado, ele vai ao
encontro de Mitsubasa passando pelos outros que estavam nas poltronas a frente da mesa do Empresário.


Mitsubasa:  Makoto Akio, a quanto tempo!


Mitsubasa aperta a mão do rapaz.


Makoto:  Estou voltando de viagem hoje. Fiz várias visitas pelas nossas fabricas em diversos países, as principais é claro,e  trago um relatório detalhado de todas as nossas metas de lucro, que foram alcançadas em boa porcentagem delas.


Mitsubasa:  Isso é ótimo.


Ryu, Maique e Heiko continuam a olhar o "almofadinha" como eles o chamavam em pensamento, que parecia ser um homem de confiança para Mitsubasa.


Mitsubasa:  Hâ...me desculpe, esqueci de apresenta - los, estes são Maique Saburo e Ryu Ogawa e Heiko Takahashi. Todos trabalham para mim como meus seguranças particulares com excessão de Riu que trabalha no almoxarifado da empresa.


Makoto:  Todos trabalham trajados desta forma? Não deviam estar usando ternos ou uniformes que condizem com suas funções?


Ryu:  Prazer te conhecer também.


Makoto se vira sem dar a menor importância aos presentes.


Makoto:  Desculpe perguntar senhor Mitsubasa mas para esses funcionários estarem aqui na sala da presidência, aconteceu alguma coisa?


Mitsubasa:  Nada que deva tomar - lhe a atenção.


Makoto:  Bom, vou pra minha sala, acho melhor que vocês voltem ao trabalho, se virar moda os funcionários desta empresa passarem tempo na presidência estaremos perdidos. Com licença.


Ele vai se retirando mas é parado pelas ultimas ordens de Mitsubasa.


Mitsubasa:  Logo faremos uma reunião para que você possa mostrar seu relatório, estou ansioso pra ver seu trabalho.


Makoto:  Sim senhor.


Makoto da as costas aos rapazes e se retira da sala.


Ryu:   Mas que carinha metido.


Maique:  Tive que me segurar pra não dar um murro na cara dele.


Heiko: Tratou a gente como se não fossemos nada.


Mitsubasa:  Ele é uma peça muito importante para empresa, vocês vão esbarrar muito com ele por ai, peço que tenham paciência.


Ryu:  Hum, mais um pra mim aturar, que legal.


…………………………………………………………………………………………………….
Enquanto isso, Kumiko caminhava pela empresa com seus pensamentos longe, passou por diversos andares, diversos corredores, sem destino certo. Lembrava - se da noite em que escondida, tentou abandonar tudo, tentou jogar para cima a responsabilidade que Tatsumi Mitsubasa havia lhe conferido, a de ser integrante do esquadrão dimensional Force Five. Kumiko foi encontrada por Hikari no memento em que fugia da policia em uma perseguição. Naquele momento ela estava saindo da cidade, precisava encontrar alguem, mas nunca conseguiu chegar a seu destino. E sem conseguir manter contato com a pessoa que a esperava, e com todas as coisas acontecendo, ela foi ficando com os outros tornando - se peça essencial para equipe, equipe essa que ela ainda não acreditava que pudesse dar certo. Caminhando e vagando pelos seus pensamentos, ela chega até uma areá curiosa da empresa. Neste local, havia muitas crianças com idades entre dois e 10 anos. Muitas se divertindo pelos brinquedos espalhados pela sala, outras menores em cercas de plastico que as impediam de sair de seus lugares. Algumas mulheres trajando uniformes rosa bebe andavam para lá e para cá observando as crianças. Kumiko para e começa a observar as crianças e se lembra de alguem, seu irmão a quem ela não via a muito tempo.


Uma mulher trajando um terninho feminino, um pouco gordinha, cabelos negros curtos e bochechas coradas se apresenta quebrando a linha de pensamento que Kumiko seguia.


Saiaka:  Olá, meu nome é Saiaka Murata, sou a assistente social, que supervisiona os trabalhos com as crianças, filhas dos funcionários. Você veio a mando do Sº Mitsubasa?


Kumiko:  Hum!! O que?


Saiaka:  Olhe para lá.


Kumiko olha para o lugar onde a mulher apontou e percebe um garoto de mais ou menos uns doze anos sentado no chão encolhido num canto. Tinha o cabelo em formato de “tigela”, usava uma blusa amarela e uma calça jeans, tinha um olhar triste e estava ali no canto sozinho.


Saiaka:  A serviço da empresa, os pais dele viajaram, desde então ele esta comigo, mas a pedido do senhor Mitsubasa eu o trouxe. Você é a pessoa que vai cuidar dele não é?


Kumiko: Desculpe...Eu não…


Saiaka interrompe: Bom, Mitsubasa me disse que mandaria alguem, quando te vi chegando pensei que fosse a pessoa que ele enviaria. Não é você?


Kumiko olha para o garoto, e por um momento tem fleches de sua infância, quando cuidava de seu irmão mais novo.


Kumiko: Vou falar com Mitsubasa e ver o que posso fazer.


SALA DA PRESIDÊNCIA


Kumiko entra na sala e vai em direção Mitsubasa que ainda estava com Maique, Ryu, Heiko e Hoity que havia chegado a pouco.


Kumiko:  Quem é aquele garoto?


Mitsubasa:  Vai com mais calma Kumiko, que garoto?


Kumiko:  Você sabe, cabelos em formato de tigela, uns 12 anos, triste e jogado num canto daquilo que vocês chamam de alojamento infantil.


Mitsubasa:  Hum, esse garoto!


Mitsubasa se senta em sua cadeira e respira fundo, tira alguns papeis de sua gaveta e joga na mesa na frente dela e dos outros.


Kumiko: O que isso?


Ryu e os outros também se aproximam da mesa.


Mitsubasa:  Documentos referentes a todos os funcionários desaparecidos nos últimos meses.


Ryu:  Por que eu acho que não vou gostar do que vou ouvir?


Mitsubasa:  A alguns dias dois dos meus funcionários, um casal mais precisamente falando, viajaram para umas negociações no interior do Japão e desapareceram, mandei alguns investigadores vasculharem o interior do Japão atrás de respostas e encontraram muitas testemunhas que afirmam terem visto um monstro e algo luminoso engolir as pessoas, e afirmam também terem entes queridos desaparecidos.


Hioity: Algo luminoso? Um porta?


Mitsubasa:  Sim, Hikari verificou e existem indícios de portais abertos naquele local e em Net City também. Os pais desse garoto, o Mamoru, também desapareceram.


Maique:  Quer dizer que este garoto é filho dos dois funcionários que desapareceram?


Mitsubasa confirma com a cabeça.


Kumiko:  Por isso pediu pra assistente traze - lo pra cá.


Mitsubasa:   Isso mesmo, eu iria selecionar um de vocês para ficar próximos dele, vigiando e mantendo sua segurança até podermos descobrir o que realmente aconteceu com seus pais.


Kumiko:  Eu fico.


Todos: O que!?


Maique cochicha com Hioity:  Será que ela acordou hoje com complexo de mãe?


Hioity cochicha de volta:  Por acaso você acha que alguem como ela vai ser mãe algum dia?


Kumiko olha para os dois: Algum problema?


Hioity e Maique disfarçam: Não!! Nada !!


Mitsubasa:  Muito bem, já que você se ofereceu eu não farei objeções, mas tome muito cuidado. Se os guerreiros das trevas estão sequestrando pessoas e os pais do garoto foram pegos por eles, pode ser que o garoto seja uma potencial vitima.


Kumiko:  Sim!!


Ela se vira e sai da sala.


Ryu  Aff!! Alguem entendeu o que aconteceu aqui?


DIMENSÃO DAS TREVAS- FORTALEZA NEGRA!


Dentro de sua Fortaleza Negra, Destrus era apresentado ao novo plano, desta vez arquitetado por Metarabolt, que mostrava através de uma uma tela gerada por raios que saiam de seu pulso, as imagens das pessoas que eram capturadas pelos espectros que eram enviados a terra e também pelo Monstro Dimensional da vez.


Metarabolt:  Essa é a operação seqüestro.


Destrus:  Operação seqüestro? Do que se trata exatamente?.


Metarabolt:  A alguns dias iniciamos a operação seqüestrando pessoas da dimensão da Terra e aprisionando - as na dimensão "GAIA". Assim que tivermos uma boa quantidade de terráqueos, vamos oferecê - los aos monstros aqui da dimensão das trevas como alimento.


Destrus:  Muito bom Metarabolt, eu gosto disso.


Lizandra:  Os monstros da Dimensão das trevas atacam uns aos outros devorando aquele que morre em batalha. Aqui nesta dimensão, fora da fortaleza, predomina a lei do mais forte.


Destrus:  Se alimentarmos estes monstros, alem dos Espectros, teremos um exercito de monstros lutando sob o nosso controle.


Metarabolt:  Isso! Será o fim da Dimensão da Terra, hahahahah. Atacaremos usando nosso novo exercito destruindo a dimensão da terra de uma vez por todas.


Destrus:  Continuem seqüestrando as pessoas da Terra e transformem - nas em alimento para os monstros das Trevas.


Metarabolt e Lizandra: Sim!!


PRÉDIO SEDE DAS EMPRESAS MITSUBASA - SALA ALOJAMENTO INFANTIL


Kumiko volta à sala onde as crianças dormiam depois da baderna, o garoto, ainda sentado no mesmo local, permanecia imóvel e com um olhar longe. Kumiko se aproxima.


Kumiko:E ai!? Eu posso me sentar?


Mamoru olha para ela: Pode.


Kumiko:  Acho que você já sabe que vai ficar comigo por um tempo?


Mamoru:  Você, não tem cara de que sabe cuidar de criança.


Kumiko:  Posso fazer qualquer coisa, até cuidar de crianças.


Mamoru debocha:  A gente nota de longe que não.


Kumiko sorri para o garoto quebrando o gelo.


Mamoru:  Quando meus pais vão voltar?


Kumiko fica sem jeito:  Se...seus pais? Eu...é..., não sei te dizer, mas é logo.


Mamoru:  Você pode prometer isso?


Kumiko: Prometer!? Bem, eu....é...


Mamoru olhando para ela: Se você não puder prometer, significa que eles nunca vão voltar.


Os olhos da criança ficam cheios de lagrimas e Kumiko não consegue se segurar.


Kumiko:  Eu prometo, seus pais vão voltar.


Mamoru o garoto sorri:  Legal!!


Kumiko: O que acha de sairmos daqui um pouco?


Mamoru: É !! Mas pra onde?


Kumiko: Vamos nos divertir um pouco?


CENTRAL BASE - ABAIXO DO PRÉDIO SEDE DAS INDUSTRIAS MITSUBASA.


Hikari:  Senhor, detectei Kumiko saindo do prédio com um garoto.


Mitsubasa:  Não se preocupe, os outros Force Five estão divididos em duplas e vigiando os passos deles.


Hikari:  Há indícios de mais um portal aberto a algumas horas atrás, e mais pessoas desapareceram.


Mitsubasa:  Então os Guerreiros das trevas estão em ação de novo. Precisamos ficar de olhos abertos.


PARQUE DE DIVERSÕES DE NET CITY


Os dois adentram o parque e o garoto sorri como nunca, mesmo com a ausência de seus pais, ele ainda consegui se divertir.


Mamoru deslumbrado: Caramba, eu ainda não tinha vindo aqui. Eu quero ir na montanha russa.


Kumiko:  Por que não? Vamos nessa!


O garoto corre saindo de perto de Kumiko, que corre atrás dele.


Kumiko:  Ei Mamoru, espera ai.


Ele entra em um dos carros da montanha Russa e Kumiko se senta do lado dele.


Kumiko:  Eu só espero não me arrependeeeeeeeeeeeeeeeerr!!!!!!


A fileira de carros começa a correr nos trilhos subindo a uma grande altura e descendo em grande velocidade fazendo o mesmo percurso por diversas vezes. Os dois se divertem.


Kumiko e Mamoru: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!


Entrando no parque, Hioity e Maique observam tudo sem que Kumiko perceba que está sendo seguida.


Maique pega um algodão doce e começa a beliscá - lo.


Maique:  Mais que saco, se a Kumiko se ofereceu pra cuidar do garoto, porque temos que ficar seguindo ela pela cidade, além do mais, é chato vir a um parque de diversões e não brincar em nada.


Hioity: Estamos aqui pra garantir que o garoto fique bem, ainda não sabemos se os pais dele eram alvos ou se o sequestro deles foi uma triste coincidência.


Maique:  Olha lá como ela ta se divertindo ao lado do garoto, parece que nunca teve infância mesmo.


Hioity:  Vamos lá, eles saíram da montanha russa.


Kumiko e Mamoru descem do trem da montanha russa e vão a uma barraca de tiro ao alvo.


Mamoru: Eu quero atirar, quero ganhar um premio.


Kumiko: Vamos ver se você é tão bom quanto eu.


Os dois pegam cada um uma das armas de brinquedo e começam a atirar nos alvos que se movimentavam a alguns metros de distância deles. Kumiko olhava para o garoto se divertindo e sua mente se voltava para seu passado e mais uma vez ela se lembrava de seu irmão mais novo.


Mamoru acerta um dos alvos, o dono da barraca lhe da uma pulseira feita de plástico, de presente. O garoto então pega a pulseira e a oferece para Kumiko.


Mamoru:  Toma, pra você!


Kumiko:  Pra min., hã.... valeu...Obrigada.


Mamoru:  É pra você se lembrar de mim quando meus pais voltarem e eu for embora com eles.


Kumiko em pensamento:  Esse garoto lembra muito meu irmão. Onde será que ele esta agora?


Mamoru:  Tem outros brinquedos tia, vamos lá!!


Kumiko sorri:  Certo!


Escondidos atrás do carrossel, Maique e Hioity continuam vigiando.


Maique:  Parece que ela ta se divertindo bastante. Que estranho!


Hioity:  É realmente muito estranho uma pessoa como ela, que mal consegue sorrir, e tão fechada, se interessar pela historia do garoto, e se oferecer pra cuidar dele. Isso me intriga.


BIBIBIBIBIBIBIBIBIIIII...........


Hioty:  O bracelete.


Ele leva o bracelete próximo a boca, apertando um pequeno botão e abrindo comunicação com Ryu.


Hioity: Pode falar.


Ryu pelo comunicador:  Aí!! Temos problemas, um portal se abriu e um monstro apareceu na cidade. Venham pra cá agora!


Hioty olhando para Maique: Estamos a caminho. Vamos lá!!


Maique:  Mas e a Kumiko?


Hioty:  Deixa ela com o garoto. Podemos resolver só nós quatro.


Os dois então partem para o local onde o portal foi aberto.


EM ALGUM LUGAR PELAS RUAS DE NET CITY


As pessoas correm para todos os lados. Os gritos são ouvidos a quilômetros de distância, o horror toma conta das vitimas que são atacadas pelos Espectros, e logo a figura de um ser dimensional aparece no meio da correria. Um monstro de pele esverdeada e asas que se assemelhavam a um gárgula, unhas grandes e afiadas e olhos que exalavam o mal. Este monstro apavorava as pessoas que corriam. Metarabolt  e Lizandra também estavam no meio da confusão.


Metarabolt:  Seqüestre mais terráqueos, vamos , peguem todos.


Lizandra:  Não deixem que ninguém escape.


O monstro Gárgula se esquiva pra frente, soltando-se de suas costas e voando, suas asas vão em direção as pessoas, ao encostar nelas, as asas se transformam em uma espécie de saco grande envolvendo suas vitimas.Lizandra então abre um portal, e as asas do Gárgula jogam as pessoas para dentro enviando - as à outra dimensão.


Metarabolt:  Pegue mais.


Gárgula:  Sim.


De repente uma voz já conhecida para Metarabolt se faz ouvir.


Ryu:  Espere!!


Saltando juntos no ar, Ryu e Reiko desferem um soco cada um, porem ao atingir a pele do monstro os dois são arremessados pra trás. Ryu bate num poste e cai no chão e Reiko cai por cima de uma moto indo ao chão também. Com essa distração, as pessoas que ainda não haviam sido aprisionadas conseguiram correr, as asas então voltam para as costas do monstro Gárgula.


Lizandra:  Maldição, os Force Five! Acabe com eles!!


O monstro então atira de seus olhos poderosos raios, que quando vão explodir em Ryu e Reiko, são repelidos pelas Force Sabres de Black e Blue Force que chegam no momento.


Reiko:  Pessoal!!


Metarabolt:  Não vão se intrometer nos nossos planos.


Black Force:  O que estão armando seus miseráveis?


Ryu e Reiko dão um passo a frente.


Ruy: ***FORCE DIMENSÃO***


Reiko:  ***FORCE DIMENSÃO***


Uma luz envolve os corpos dos dois convertendo - se em seus trajes tornando - os assim Red e Pink Force.


Red Force:  Não vão fazer desta dimensão o que bem entendem.


Metarabolt:  Isso é o que veremos, Espectros, Gárgula, ATAQUEM!!.


Os soldados e o monstro partem para cima dos quatro Force Five e uma luta se inicia, Black Force salta e com um chute derruba um dos espectros, Pink Force se abaixa desviando dos socos de outro espectro e o derruba com uma rasteira, Blue force agarra outro e o levanta com os dois braços jogando - o em cima de outros dois espectros que vinham em sua direção, enquanto isso Red Force salta com seu sabre pra cima do monstro mas ao atingi - lo, seu corpo é arremessado para trás fazendo - o bater numa parede e cair no chão.


Gárgula:  Em volta da minha pele existe uma fina camada de proteção que repele qualquer ataque. Jamais poderão me atingir.


Red Force:  O que?.


Blue, Black e Pink Force terminando com os soldados, se virão ao mesmo tempo levando suas mãos a cintura, uma pequena luz é produzida materializando assim suas armas.


Os Três:  ***FORCE LAZER***


Os tiros são disparados, mas ao atingir o monstro, eles voltam ao seu ponto de origem provocando várias explosões nos corpos dos Force Five.


Os Três: AAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRRRRGGGGGGGGHHHHHHHH!!!!!


Eles caem. Red Force se junta a equipe.


Red Force:  Pessoal, vocês estão bem?


O monstro então se inclina, sua barbatana(asas) se desprende de suas costas e voa em direção aos Force Five passando por eles e derrubando - os um a um. Eles caem violentamente, depois as asas retornam ao corpo do monstro.


Enquanto isso Metarabolt e Lizandra que assistiam a luta cochicham entre eles.


Lizandra:  A Yellow Force não está aqui.


Metarabolt:  Isso significa que ela esta sozinha em algum lugar, vamos encontrá - la e faze - la se juntar ao cardápio para os monstros.


Lizandra:  Ótima idéia. Monstro Gárgula, retire - se!


Gárgula:  OK! Force Five, nós nos veremos de novo.


O monstro então dispara de seus olhos um poderoso Raio que explode próximo aos Force Five, quando a fumaça se dissipa os Guerreiros das Trevas haviam sumido.


Black force:  Pra onde eles foram?


Pink Force:  Eu não sei, mas se ainda estão na dimensão da terra, é melhor encontrarmos eles, antes que seqüestrem mais pessoas.


Red Force:  Tem razão, vamos nos separar.


Todos:  Ok!


RUAS PRÓXIMAS AO PARQUE DE DIVERSÃO


Saindo do Parque, Kumiko e Mamoru caminhavam pelas ruas conversando.


Kumiko:  E então, gostou de sair um pouco?


Mamoru:  Claro, espero que da próxima vez, eu venha com meus pais.


Kumiko:  Mamoru, seus pais estarão de volta em breve, eu prometi não prometi.


De repente uma explosão acontece e leva os dois ao chão. Surgem então Metarabolt e Lizandra na frente dela e do garoto.


Mamoru:  Tia, quem são eles?


Kimiko se levanta e se coloca na frente do garoto para protege - lo.


Kumiko:  Fique perto de mim.


O monstro Gárgula surge no ar voando e com suas asas abertas passa por Kumiko que cai no chão junto com o garoto mais uma vez, o Monstro pousa  metros a frente.


Metarabolt:  Vamos levar você como prisioneira e servi - la de alimento aos monstros da dimensão das trevas.


Kumiko:  O que?


Lizandra:  Espectros, ATAQUEM!!


Os espectros e o monstro Gárgula atacam Kumiko que começa a lutar enquanto Mamoru se esconde atrás de um carro ali estacionado. Ela da um soco no abdômen de um dos soldados e um chute no rosto de outro, o soldado cai, o Monstro Gárgula então a agarra pelo pescoço e a arremessa. Ela voa metros de distância e cai em cima do capo do carro onde Mamoru se escondia e em seguida rola caindo pelo chão.


Mamoru:  Tia!!!


De repente, um soldado agarra o garoto que estava atrás do carro, o garoto grita.


Mamoru:  Tia, socorro!!


Kumiko então se levanta e salta passando por cima do carro e dando um chute nas costas do soldado. O Espectro que agarrava o garoto cai, e ela  pousa na frente dele.


Kumiko:  Você está bem?


Neste momento Metarabolt aparece sem que ela perceba sua aproximação. Ele segura seu pescoço e a joga por cima do carro mais uma vez fazendo - a cair no meio da rua.


Ele então agarra o garoto.


Metarabolt:  Mudança de planos, o garoto vai com a gente.


Kumiko:  Não!!


Lizandra dispara de sua boca um raio espiral que vai em direção a Kumiko provocando várias explosões ao seu redor e levando - a ao chão novamente. Neste instante os Force Five aparecem correndo em direção a Kumiko que estava no chão.


Gárgula:  Hora de partir.


Os Force Five chegam próximo a Kumiko.


Pink Force: Kumiko, você está bem?


Mamoru nos braços de Metarabolt:  Tia socorro.


Um portal é aberto e os guerreiros das trevas desaparecem dentro dele.


Kumiko:  MAMORUUUU!!!!! NÃOOOO!!!!!


Red Force:  Droga, chegamos tarde!


CENTRAL BASE - ABAIXO DO PRÉDIO SEDE DAS INDUSTRIAS MITSUBASA


Os cinco Force Five entram na sala principal da central base rapidamente. Kumiko vinha na frente e assim que entra já vai direto para Hikari.


Kumiko: Hikari, você pode localizar o Mamoru?


Hikari se vira rapidamente para os computadores e começa a inserir códigos de busca para rodar o universo dimensional atrás de Metarabolt e Lizandra.


Hikari: Já estou fazendo isso.


Kumiko: Tá, mas eu não vou ficar aqui esperando, vou procurar também.


Kumiko se prepara para sair quando Hioity se coloca em sua frente.


Kumiko: Sai do meu caminho!


Hioity: Tem algumas coisas que você precisa nos esclarecer. Você mal fala com a gente, tentou sair da equipe a algumas noites atrás. É sempre fechada e na sua, e de repente você se transforma numa pessoa amável por causa de um garoto que você mal conhece. Por que?


Kumiko: Isso não é da sua conta.


Hioity: Quando suas atitudes colocam em risco a vida de uma criança, passa a ser da minha conta.


Kumiko olha para Ryu como quem diz “você me entregou”, por ter dito aos outros sobre a noite que ela tentou fugir. Olha para os outros que estão parados esperando uma explicação. Tatsumi cruza os braços e se coloca ao lado também esperando que Kumiko diga alguma coisa.


Reiko intercede: Kumiko, nós só queremos ajudar.


Vendo que não havia outra coisa a se fazer, ela abre seus sentimentos.


Kumiko: Quando Hikari me encontrou eu estava com uma mala de dinheiro e estava indo ao encontro do meu irmão mais novo, o qual prometi para meus pais em seu leito de morte, cuidar dele até o fim, não importando o que acontecesse. Naquele dia eu disse a ele que se eu não aparecesse, que ele poderia desaparecer sem deixar rastros, por que o único motivo pra mim não encontra - lo com o dinheiro em mãos seria eu ter sido pega ou pior. Acabei parando aqui e o meu irmão, cumprindo minha ordem, desapareceu. Ele era minha responsabilidade e agora eu não sei onde ele esta. Quando vi o Mamoru sozinho sofrendo por causa dos pais eu...eu quis fazer alguma coisa, eu vi nos olhos dele o meu irmão. mas assim como falhei com meu irmão, eu falhei com ele também.


Ela se vira e da um murro na mesa ao lado tentando expressar um pouco de sua frustração e raiva.


Ryu se aproximando:  Eu entendo como se sente, mas nem sabemos se eles ainda estão nessa dimensão. Você vai sair por ai sozinha, e o máximo que vai conseguir é se tornar um alvo fácil pra eles.


Kumiko abaixa a cabeça e se senta a mesa no centro da sala. Ela olha para pulseira de plástico que o garoto ganhara no parque, e lhe dera de presente.


Kumiko:  O que vou fazer? O que posso fazer?


Mitsubasa se aproxima: Kumiko, no que eu posso entender de tudo isso, não houve nenhuma falha sua.  


Kumiko: O que!?


Tatsusmi: Aquele garoto estava triste, sozinho e desiludido com a ausência dos pais. Você resolveu fazer alguma coisa e devolveu um sorriso ao rosto de uma criança triste. Não vejo falha nisso.


Kumiko: Tatsumi!


Tatsumi: Vamos encontrar o garoto não se preocupe. E quanto a seu irmão, conversamos sobre ele mais tarde.


Hikari:  Só vamos torcer para que não seja tarde demais.


DIMENSÃO GAIA


Chegando a dimensão, o garoto é jogado dentro de uma jaula no meio do espaço montanhoso que formava o solo daquele mundo desconhecido aos olhos dos terráqueos, ao seu redor ele nota que existem varias outras jaulas com mais pessoas aprisionadas.


As pessoas:  Me tirem daqui, alguém me ajude, socorro!!


Mamoru:  Que lugar é esse?


Metarabolt ao lado do monstro Gárgula:  Aqui é a dimensão Gaia, onde vocês servirão de alimento para os monstros da dimensão das Trevas assim que o portal for aberto.


Lizandra: Por uma questão de segurança para nossa fortaleza negra, será aberto um portal da dimensão das Trevas para essa dimensão pelo lado das trevas, para que assim os Force Five não possam localizá - la. Com o garoto, nós já temos a quantidade de humanos suficiente para começarmos a alimentação dos monstros.


Metarabolt:  Só vamos aguardar que Destrus abra o portal e ai todos estes humanos serão comida dos Monstros. hahahahahahah!!!!



CENTRAL BASE - ABAIXO DO PRÉDIO SEDE DAS INDUSTRIAS MITSUBASA


Na central Base Hikari tem sucesso em encontrar os rastros de energia deixados por Metarabolt e Lizandra ao adentrarem um portal para a Dimensão Gaia.


Hikari: ENCONTREI!!!!


Todos se levantam da mesa rapidamente.


Kumiko: Onde? Onde estão?


Hikari: Estão em outra dimensão. A  Dimensão Gaia!!


Ryu:  O que é esta dimensão?


Mitsubasa :  Não é uma dimensão que ofereça perigo, é montanhosa e geograficamente ampla. Pode estar sendo usada por eles como cativeiro das pessoas seqüestradas a tempos.


Maique:  Temos que entrar lá e salvar aquelas pessoas.


Ryu:  Vamos nos transformar e invadir a Dimensão através do Vortex dimensional da Central Base.


Kumiko: Vocês podem se transformar, eu vou como Kumiko, só vou me transformar depois de salvar o Mamoru.


Reiko: Tem certeza?


Hioity:  Kumiko, se não se transformar nossas forças serão reduzidas.


Kumiko:  Não me importa, fui eu, Kumiko, quem perdeu o Mamoru, e quem prometeu a ele devolver seus pais, eles também devem estar lá, então serei eu, Kumiko,  que cumprirei a promessa.


Hioity:  Mas Kumiko, você..


Ryu interrompe: Eu entendo! Faça como quiser. Mas assim que puder retorne pra gente como Yellow Force.


Mitsubasa:  Muito bem, provavelmente as pessoas seqüestradas estarão lá, salvem - nas e quando estiverem livres abriremos um portal e as traremos de volta.


Ryu: Muito bem então.


Os quatro:  ***FORCE DIMENSÃO***


Os quatro transformados em Force Five junto com Kumiko, ficam frente a réplica do vortex dimensional da central base. Hikari digita as coordenadas referentes a dimensão Gaia e um portal se abre, eles adentram o vortex. Dentro do vortex eles são enviados a dimensão Gaia!!!


DIMENSÃO DAS TREVAS


Destrus:  Esta na hora, vou abrir o portal.


Destrus então caminha até a sacada de seu castelo, olhando para baixo, milhares de monstros famintos lutavam entre si para se alimentar, Destrus ergue seus braços e um portal no horizonte escuro das Trevas começa a se abrir dando aos monstros a visão da dimensão Gaia, e dos humanos presos em suas jaulas.


DIMENSÃO GAIA


Do outro lado, os humanos observam o portal se abrir e enxergam os monstros caminhando na direção dele para atravessá - lo. Presos nas jaulas e indefesos eles começam a gritar por socorro desesperadamente.


Metarabolt: Isso mesmo,  gritem!! Chamem a atenção dos monstros do outro lado do portal, logo eles invadiram esta dimensão.


Com o portal aberto, os monstros da dimensão das trevas continuam sua caminhada em direção a dimensão Gaia.


Mamoru preso em uma das jaulas:  Socorro!!!!


Lizandra e Metarabolt juntamente com o monstro Gárgula, de cima de um dos morros da dimensão Gaia observam a tudo se deleitando com o medo e o desespero das pessoas.


Lizandra:  hahahahahaha!!!! Vai ser uma visão espetacular!!


Metarabolt: Vamos monstros, alimentem - se desses seres humanos!!


Quando os monstros finalmente vão atravessar o portal, vários raios de cima de outro morro a frente do deles são disparados.


Force Five: ***FORCE LAZER***


Os tiros atingem o portal provocando várias explosões e fechando - o completamente.


Gárgula: O que!?


Eles olham pro morro a frente e percebem os Force Five que haviam acabado de chegar.


Lizandra:  Vocês!? Como se atrevem a nos atrapalhar?


Red Force:  Seres humanos não são alimentos de monstros. Vocês me pagam!


Kumiko então enxerga a jaula onde Mamoru estava preso.


Kumiko:  Mamoru!!


Blue Force:  Vamos libertá - los.


Eles então começam a mirar e disparar nos cadeados das jaulas libertando todos os seres humanos, Kumiko desce correndo do morro em direção a Mamoru que percebe sua aproximação.


Mamoru:  Tiaaa!!!!


Ele corre em direção a ela e os dois se abraçam.


Kumiko:  Tudo bem, vai ficar tudo bem.


Os outros humanos começam a correr em direção aos Force Five, neste momento surgem Espectros por todos os lados.


Gárgula ordena:  Matem a todos!!


Red force leva a mão ao lado direito do capacete abrindo comunicação com Hikari!


Red Force: Hikari, abra um portal pra terra agora.


Black e Blue Force saltam do morro e disparam contra os Espectros que corriam atrás das pessoas, vários espectros atingidos caem no chão. Em seguida Red e Pink Force também saltam em direção aos Espectros atirando contra eles. Um portal se abre.


Kumiko: Depressa!! Todos, por aqui, AQUI!!!!


As pessoas passam por ela entrando no portal e logo em seguida ela faz o mesmo com o garoto indo para a dimensão da terra.


Metarabolt:  Miseráveis. Não deixarei que saiam vivos daqui!! ***EXPLOSÃO VULCÂNICA***


Metarabolt dispara de seu peito diversas bolas de fogo que explodem levando os Force Five ao céus e derrubando - os violentamente no chão.


Lizandra também dispara seus raios espirais contra os guerreiros.


Red e Blue Force:  AAAAAARRRRRGGGGGHHGHHHH!!!!


Pink e Black Force:  AAAAAARRRRRRGGGGHHHHH!!!


Eles mais uma vez caem no chão.


DIMENSÃO DA TERRA


As pessoas saiam do portal no centro da cidade sem entenderem bem o que havia acontecido. Desnorteadas elas andavam e conversavam entre si, algumas machucadas, outras apenas sujas devido ao tempo que ficaram presas nas jaulas Segurando as mãos de Mamoru, Kumiko andava com ele no meio delas.


Mamoru:  Tia, o que estamos procurando?


Kumiko: Seus pais.


Mamoru:  Meus pais estão aqui?


Kumiko se abaixa próxima a Mamoru:  Olhe atentamente, entre essas pessoas devem estar os seus pais. Olhe bem.


Mamoru com um olhar muito ansioso começa a prestar a tenção ao seu redor procurando reconhecer seus pais em meio a multidão.


Kumiko:  Continue procurando, eles tem que estar por aqui.


Mamoru finalmente encontra: Eu...eu achei, MAMÃE!!!


Uma mulher abraçada a um homem se vira na direção da voz, os dois olham e percebem que a voz que gritava no meio da multidão era a de seu filho.


Mãe:  MAMORU, MEU FILHO!!!!


Mamoru: MAMÃEEE!!!!


Ele se solta das mãos de Kumiko e corre em direção a sua mãe e seu pai que ao chegarem perto do garoto, o abraçam, Kumiko fica um instante ali parada, sorrindo e feliz por ter entregado ao garoto seus pais que ele tanto desejava.


Kumiko: Consegui, cumpri minha promessa.


Os pais do garoto se aproximam dela.


A Mãe: Muito obrigada por cuidar do nosso filho.


O Pai:  Muito obrigado.


Kumiko se ajoelha na frente do garoto ficando olho a olho.


Kumiko sorri: Eu que agradeço!


Ela pega pulseira de plástico que recebera do garoto e a enrola no pulso dele.


Kumiko: Isso é pra você nunca se esquecer de mim. Ta legal?


Mamoru:  O que vai fazer agora?


Kumiko:  Tenho que ajudar os Force Five, agora vão, vão depressa.


Os pais de Mamoru o pegam pelas mãos e os três caminham juntos com as outras pessoas voltando para suas vidas normais, Kumiko fica longe vendo o garoto e seus pais partirem.


Kumiko: Tenho que voltar.


Ela sai correndo ao mesmo tempo em que aciona seu comunicador.


Kumiko:  Hikari, abra o portal para Gaia, eu vou voltar.


Hikari pelo comunicador: Estou abrindo


Um portal se abre na frente dela a e ela entra indo ajudar os outros Force Five.


DIMENSÃO GAIA


Mais uma explosão provocada pelos raios dos olhos do monstro Gárgula leva Blue e Black Force ao ar. Os dois caem rolando morro abaixo, do outro lado Metarabolt enfrenta Red Force enquanto Lizandra ataca Pink Force.


Metarabolt e Lizandra:  ***DISPARAR RAIOS***


Red e Pink Force:  AAARRRRRGGGGHHHHHH!!!!!


Os dois caem no chão, neste instante Black e Blue Force são jogados no chão próximos de Red e Pink Force.


Pink Force: Pessoal, vocês estão bem?


Blue Force: Mas que monstro chato.


Black Force:  Tomem cuidado. Ele possui um tipo de campo de força ao redor do corpo, nossos ataques não surtem efeito sobre ele.


Lizandra se aproxima: Isso mesmo, sem mencionar o fato de que estão incompletos.


Metarabolt também se coloca ao lado do Gárgula:  Incompletos, não representam perigo pra nós, Force Five, vocês morrerão aqui.


De repente uma voz ecoa no vazio.


Kumiko: Eu acho que não.


Surgindo dos céus e desferindo um chute, Kumiko atinge os dois Espectros que estavam na frente do monstro Gárgula. Os dois Espectros caem.


Gárgula:  O que?


Kumiko pousa próxima de seus companheiros. Todos se juntam a ela.


Red Force:  Kumiko!! Que bom que está de volta.


Pink Force:  E então, todas as pessoas estão seguras?


Kumiko:  Sim, e encontrei os pais de Mamoru, estão juntos agora.


A conversa é interrompida pelos gritos de Metarabolt.


Metarabolt:  Miseráveis, nem tudo esta perdido, ainda podemos enterrar vocês aqui.


Kumiko da um passo a frente.


Kumiko: Gárgula seu miserável, causaram dor e sofrimento pra muita gente, mas isso para aqui.


Lizandra:  Kumiko, Maldita!!


Kumiko: ***FORCE DIMENSÃO***


Uma luz envolve o corpo de Kumiko tornado - se seu traje e transformando - a em Yellow Force.


Yellow Force : ***YELLOW FORCE***


yellow.jpg


Red Force:  ***ESQUADRÃO DIMENSIONAL FORCE***


Todos:  *** FIVE***


force-five-grupo_4.png


Red Force:  Ao ataque!!


Todos:  Ok!!


Metarabolt:  ATAQUEM!!!


Espectros e o Monstro Gárgula juntamente com Lizandra e Metarabolt partem pra cima dos Force Five que também atacam com todas as suas forças. Black Force da um giro com a perna atingindo com um chute um Espectro, ele se abaixa e com uma rasteira derruba mais um, Pink Force da uma cambalhota desviando - se da espada de Lizandra, um Espectro a ataca com um soco, ela defende e com outro soco o derruba. Lizandra então ataca de novo mas Blue Force a defende com seu Sabre Force. Pink Force então salta pro alto e no ar leva sua mão a cintura, uma pequena luz materializa sua arma.


Pink Force: ***FORCE LAZER***


A rajada de lazer atinge Lizandra em cheio que vai ao chão.


Lizandra no chão:  Malditos


Red Force enfrenta Metarabolt que o ataca com sua espada, ele se desvia e ativa sua Sabre Force, salta por cima de Metarabolt chutando seus ombros e se projetando mais ainda pro ar, ainda no ar  ele converte seu Sabre em arma e…


Red Force: ***FORCE LAZER***


Ele desce em queda livre acertando Metarabolt e os Espectros ao seu lado, os Espectros e Metarabolt vão ao chão, Red Force pousa.


Red Force:  Gostou dessa Metarabolt?


Metarabolt:  Red Force Maldito, vai pagar por isso.


Em outro ponto, Yellow Force luta contra vários Espectros derrubando um a um, ela se abaixa e com uma rasteira derruba um dos soldado, com o soldado no chão ela ainda lhe da um soco no estomago, em seguida com o cotovelo atinge mais um que também cai por cima de outros dois Espectros, o Monstro Gárgula Dimensional então se inclina para frente soltando de suas costas suas barbatanas(asas) que voam em direção a ela. Yellow ´w atingida.


Yellow Force:  AAAAAARRRRGGGHHHH!!


As barbatanas a lançam contra o morro, ela rola morro abaixo, em seguida o monstro dispara raios de seus olhos que explodem no corpo de Yellow Force.


Yellow Force:  AAAAAARRRRGGGHHHH!!


Ela vai ao chão mais uma vez.


Yellow Force:  Droga, o que faço? Se continuar assim vou perder.


Ela então nota o monstro que vinha correndo em sua frente.


Yellow Force serrando os punhos: Não vou perder!! NÃO VOU PERDER!!!


Yellow Force: ***FORCE SABRE***


Ela corre também em direção ao monstro que dispara mais uma vez de seus olhos rajadas de raios contra ela. Yellow Force salta enquanto os raios atingem o solo e explodem atrás dela. Ela pousa, da uma cambalhota no chão e quando fica frente a frente com o monstro passa a mão pela espada energizando-a tornando a lâmina uma lâmina laser, e ultrapassando o campo de força que o monstro tinha no corpo, ela crava sua espada no corpo dele provocando várias explosões. O monstro ainda com a espada cravada em seu corpo tenta atacar, mas Yellow Force puxa a espada de volta, da um salto pra trás e com os pés atinge o monstro em sua mandibula. O monstro gira o corpo todo no ar e da de cara no chão. Ela pousa a alguns metros do monstro e seus amigos se juntam a ela.


Black Force:  Você conseguiu Yellow!!


Yellow Force: Sim! Vamos acabar logo com isso.


Red Force:  Muito bem. Estão prontos?


Todos: Prontos!!!!


Os cinco sacam novamente suas Force Sabres e juntos, lado a lado correm em direção ao monstro. Seus corpos começam a brilhar em uma energia branca que os converte em cinco bolhas de energia, essas bolhas se transformam em uma bolha ainda maior que voa em uma velocidade absurda para cima do monstro Gárgula.


Force Five: ***FORCE FIVE VICTORY***


A bolha de energia passa pelo monstro atravessando seu corpo. Os corpos dos cinco se materializam novamente pousando metros atrás do monstro que explode consumido por chamas e fumaça dentro da Dimensão Gaia.


Yellow Force: Muito bem!!


Lizandra:  Miseráveis***SPARKSSS!!!!!!***



DIMENSÃO DAS TRÉVAS-FORTALEZA NEGRA


Destrus:  Os Force Five Mais uma vez atrapalharam nossos planos, Mande Sparks agora!!


Morgana:  Sim senhor.


A bola de cristal nas mãos de Morgana ganha vida, tentáculos surgem ao seu redor e ela sobe próxima ao teto da grande sala, um portal para a Dimensão de Gaia é aberto e Sparks desaparece dentro do dele.


DIMENSÃO GAIA


O céu da dimensão se escurece e um portal se abre dele surge Sparks.


Blue Force: É aquele monstro Dimensional de novo.


Black Force: Tomem cuidado.


O Monstro Sparks dispara de seus tentáculos um poderoso raio em direção ao corpo do monstro Gárgula caído no chão, este raio não só ressuscita o monstro, como também lhe da maiores poderes fazendo - o aumentar de tamanho.


Red Force: Mas que droga!!


Lizandra: Monstro Gargula, ESMAGUE OS FORCE FIVE!!


Lizandra e Metarabolt desaparecem dentro de um portal deixando os Force Five com o monstro gigante Gargula.


Red Force: ***ROBO FORCE DECOLAR***


DIMENSÃO DA TERRA - CENTRAL BASE


Na central base o Robô Force é acionado, os foguetes em seus pés começam a projetar o Robô túnel acima, um vortex gigante é acionado no topo do túnel, o Robô então antes de atingir a superfície desaparece dentro do vortex entrando no portal que o leva até a Dimensão Gaia.


DIMENSÃO GAIA


Um portal se abre e o Robô Force pousa em meio as montanhas da dimensão. O Monstro então começa a caminhar na direção dele. Uma vez dentrro do Robô Force, Red Force inicia os comandos de controle do gigante Titã de metal que se prepara para enfrentar o monstro.


robo_force.jpg


Red Force: Vamos lá.


O monstro Gárgula dimensional salta aos céus e abrindo suas asas ele começa a passar pelo Robô Force, ele o derruba no chão com um soco, a queda do Robô estremece a dimensão toda.


Impacto na cabine: AAAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRGGGGGGGHHHHHHH!


Ele da a volta no céu e mais uma vez e vem em direção ao Robô Force derrubando - o novamente, desta vez o Robô cai de costas no chão.


Impacto na cabine: AAAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRGGGGGGGHHHHHHH!


Ainda dos céus o Monstro dispara de seus olhos os raios que explodem na lataria do Robô que ainda se encontrava caído.


Cabine: AAAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRGGGGGGGHHHHHHH!


O monstro então pousa no chão novamente.


Red Force: Mas que droga!!


Yellow Force:  Temos que reagir ou ele vai nos destruir.


Red Force:  Acha que eu não sei disso?


Blue Force:  Lá vem ele de novo.


O monstro se inclina pra frente soltando suas barbatanas que envolvem o Robô Force prendendo-o sem chance de reação.


Black Force:  Estamos envolvidos pelas Barbatanas do monstro, não há como se mover.


O monstro então mais uma vez dispara seus raios óticos contra o Robô envolvido com suas barbatanas. Os raios explodem no Robô.


Todos na cabine:  AAAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRGGGGGGGHHHHHHH!


Red Force:  Droga, como lutar se não podemos nem nos mover?


Yellow Force:  Dispare o raio.


Blue Force:  Ei, eieieieeeeeiiiiiii, Estamos envolvidos pela barbatana do monstro, se disparar o raio não só a barbatana explode como a gente também.


Yellow Force:  Você tem uma idéia melhor?


Red Force:  Muito bem, se segurem. ***ROBÔ FORCE RAIO***


Os raios disparados dos ombros do Robô Force não só explodem a Barbatana que o envolvia como também atingem o próprio Robô Force provocando várias explosões em sua lataria levando - o ao chão.


Todos na Cabine:  AAAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRGGGGGGGHHHHHHH!


O Robô cai de um lado, a barbatana destruída cai do outro, aproveitando o Robô no chão, Gárgula avança pára destruí - lo.


Red Force:  Acha que vai ser fácil assim. ***ESPADA DIMENSIONAL***


O céu da Dimensão se escurece, relâmpagos cortam os céus e trovões ecoam, um portal então se abre e de dentro dele surge a Espada dimensional caindo em queda livre. Quando o monstro vai atingir o Robô Force no chão este se levanta rapidamente.


Red Force:  ***FORCE ROBÔ SALTAR***


O Robô salta desviando do ataque do monstro que cai no chão, no ar o Robô agarra a espada e volta a descer em queda livre na direção do Gárgula.


Red Force:  ***FORÇA PRÓTON***


O Robô passa pelo monstro cortando - o ao meio, pousando logo atrás dele. Com o ataque do Robô Force, o Monstro é destruído envolto a uma grande explosão. O Robô Force se vira na direção da explosão que aos poucos ia se dissipando.


DIMENSÃO DAS TREVAS


Destrus se enfurece e dispara raios contra Lizandra e Metarabolt que atingidos caem no chão do salão.


Metarabolt:  Senhor, não por favor, nos perdoe!!


Lizandra:  Eu prometo que da próxima vez nós os destruiremos e dominaremos a dimensão da terra.


Destrus: Eu lhes dou minha confiança e vocês se quer conseguem derrotar cinco jovens terráqueos que se dizem guardiões.


Neste momento Morgana interrompe Destrus.


Morgana:  Não adianta culpá - los, sendo que você foi negligente subestimando os poderes dos Force Five.


Destrus:  Está dizendo que a culpa é minha?


Morgana com sua bola de cristal flutuando sobre sua mão passa por Lizandra e Metarabolt ajoelhados no chão.


Morgana:  Só estou dizendo que ainda não é momento de brigarmos entre nós, eu tenho um plano para derrubar os Force Five.


Destrus:  Sou todo ouvidos.


Morgana: Não, preciso esperar o momento oportuno, e quanto a Metarabolt e Lizandra, vou precisar deles.


Destrus:  Também não podemos fechar os olhos para nosso inimigo veradeiro. Victor, deve ser ele quem está por trás dos Force Five. Precisamos encontrá - lo. Se Victor cair, os Force Five vão cair!!


DIMENSÃO DA TERRA - PRÉDIO SEDE DAS INDUSTRIAS MITSUBASA.


Era hora do almoço, Kumiko estava como todos os funcionários do prédio na praça de alimentação com sua bandeja na mesa, mas não comia,apenas mexia a comida. Neste momento chega Tatsumi Mitsubasa. Ela levanta a cabeça e percebe o presidente das Industrias Mitsubasa se sentar a sua frente.


Kumiko: Por que está aqui?


Tatsumi: O garoto e os pais estão bem, eu dei uma semana de folga a eles para que possam passar mais tempo com o garoto. Eles ficarão bem.


Kumiko: Eu fico feliz.


Tatsumi: Quanto a seu irmão, estou empenhando esforços para encontra - lo, mas não será facil. Preciso que tenha paciência. E preciso que você não abandone a equipe.


Kumiko: Eu não...não vou abandonar a equipe. Vocês precisam de mim.


Kumiko sorri de canto de boca, neste momento Tatsumi entende que não precisa mais se preocupar com um possível abandono de equipe da garota. Ele sorri em retribuição, se levanta e sai. Assim que Tatsumi parte, Reiko, Maique e Hioity chegam.


Hioity:  A gente pode sentar com você?


Kumiko:  Hã...claro, fiquem a vontade.


Os três se sentam.


Reiko:  Não vai comer?


Kumiko: Vou sim. Há, e ...obrigado.


Hioity: Pelo que?


Kumiko:  Por se preocuparem.


Maique:  Olha, estamos longe ainda de sermos uma equipe perfeita, irmãos, familia ou qualquer coisa assim, mas, se pudermos contar um com o outro, acho que podemos resolver as coisas bem mais facilmente.


Kumiko:  Obrigada pessoal, muito obrigada mesmo. É muito importante pra mim. De verdade.



ALMOXARIFADO


Ryu era o único que não saiu para o almoço, estava sentado numa cadeira com os pés pra cima em uma mesa, e com seus pensamentos voando.


De repente, Saori que ele havia reencontrado a pouco tempo, chega com uma marmitex e aparece no balcão do almoxarifado.


Saori:  Você não saiu pra almoçar, então eu trouxe seu almoço aqui.


Ryu ainda sentado:  Obrigado, mas eu não to com fome.


Saori:  Quer conversar?


Ryu:  Não.


Saori:  Por que faz isso?


Ryu: Isso o que?


Saori: Por que continua se mantendo longe das pessoas, sabia que as vezes estar com alguém, nem que seja só pra almoçar pode ser bom? Sabia?


Ryu se levanta e se aproxima do balcão.


Ryu:  Eu não sou uma boa companhia.


Saori: Tudo bem, se prefere assim, pelo menos come tá, vou deixar aqui.


Saori se vira e vai saindo quando..


Ryu:  Saori!!


Saori olha para Ryu.


Ryu:  Obrigado, valeu mesmo!!


Saori sorri e continua seu caminho...
Download do episodio

3 comentários:

  1. Uma saga cheia de surpresas é o que este episódio promete, ver Kumiko sair de "0 a 100" em um piscar de olhos foi algo realmente satisfatório, e perceber que o sentimento e a humanidade habitam seu coração, diferente do que ela demonstra, foi algo marcante e comovente. Confesso que fiquei apreensivo quando ela prometeu que os pais voltariam, pois ela considerava que estavam mortos então, foi realmente tenso pra ela acredito, prometer aquelas palavras, mas o fato de ter vivenciado algo similar a fez realmente correr atrás dessa opção, mesmo não considerando que fosse possível, digamos que, não sabendo que era impossível, ela foi lá e fez. Episódio que mexe com nosso emocional e cativa bastante, leitura altamente recomendada para todos aqueles que curtem uma boa trama e muita ação, diga-se de passagem!

    ResponderExcluir
  2. Saoooooooriiiiiiiiiiii!!! Adorei isso XD. Quem diria, Kumiko tem sentimentos, agr a glr vai se dar bem, n ligo muito do Ryu ficar afastado, ele é badass. Estou preocupado quanto ao irmão da Kumiko agr, onde será que o moleque se meteu?

    ResponderExcluir
  3. Nossa... sua serie esta evoluindo... no inicio, achei todos eles imaturos... mas todos ja estao evoluindo muito. Ryu é meio brabo e mala. Mas, ele tá desenhando um bom perfil de líder exigente. Gosto disso.

    A kumico mostra ser bem humana e sensível...

    Excelente episódio. Parabéns Rodrigo.

    ResponderExcluir