TOP 10 SÉRIES QUE NÃO PASSARAM NO BRASIL!!!

Vamos continuar nossa viagem pelos temas de abertura.

RADIO TOKUMUSIC DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD!!!

As programações da Radio Tokumusic PlanetSatsus está disponivel para Download! Baixe nossas Programações!!!

PACOTÃO DE FILMES SUPER SENTAI

Todos os movies de super sentai em um sói lugar.

Novo Blog do grupo Planet Satsus

Acesse o novo Planet Force - As melhores séries ao seu alcance.

Arena Planet Satsus

Dois entram, porém só aquele escolhido por você sairá!!

Power Rangers

Top 10 Temporadas

Radio Tokumusic Planet Satsus, sempre uma nova programação

Radio Tokumusic - A Radio que toca o seu coração!

Fan Fic Cast

Curta nossa nova página

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Novidades para os fãs de Kyuranger



   E temos novidades sobre a novo time Super Sentai, os Uchuu Sentai Kyuranger. O catálogo está repleto de novidades. Dentre elas temos novas formas, armas e mechas   para os nossos guerreiros

De cara nos é apresentado um novo mecha, Cerberus Voyager que remete a criatura da mitologia grega “ Cerberus “ o cão de três cabeças que protegia as portas do inferno. As cabeças desse voyager soltam rajadas de poder como fogo, gelo e relâmpagos. Pela imagem podemos ver que irá substituir Shishi Voyager no centro da formação.
Na imagem ao lado pode ser visto a arma e mecanismos de transformação do Soldado Houoh, a Houoh Blade e o Houoh Shield e junto com o novo poder chegam três novas Kyutamas que são Hologium Kyutama (manipulação do tempo), Coma Berenices Kyutama (Algo como um enorme cabelo utilizado para atacar o inimigo) e Argo Kyutama (que até o momento que essa matéria está sendo escrita não possui uma tradução ou especificação sobre a Kyutama)
O Soldado Houoh possui Voyager Machines, que possui três formas diferentes o Phoenix Voyager (forma de foguete), Phoenix Station (satélite) e Phoenix Base (forma animal). Esta máquina pode se transformar em um único robô de combate, o Gigant Houoh e também pode combinar com as outras 11 principais máquinas para se tornar Kyutamajin.

Por último, mas não menos importe uma Kyutama que irá liberar um novo poder para o líder da equipe, Lucky, Saiko Kyutama que utiliza o poder dos 9 Kyurangers, Shishi Red se transforma em Shishi Red Orion, no entanto esse poder não é unicamente utilizado por Lucky, o outros rangers poderem utilizar esse poder.


domingo, 9 de abril de 2017

Top 10 - Temas de Tokusatsu que não Passaram no Brasil



Fala galerinha do Planet Satsus, estamos de volta e finalmente com  o top 10 que faltava pra complementar o nosso primeiro post sobre Temas de aberturas de Tokusatsu. E se você não viu o nosso primeiro post, é só clicar aqui. Agora se você ja viu nosso primeiro post, está preparado para nossa segunda parte, e dessa vez, sobre os temas que não passaram no Brasil. Lembrando que todos os top 10 são montados com Base na minha opinião, por tanto, se você tem uma opinião diferente vou adorar ouvir, ou ler, nos comentários. Segurem-se nas cadeiras e vamos a uma nova viagem pelos temas de abertura de tokusatsu. Dessa vez, os que não passaram no Brasil. A organização dessas musicas em top 10 foi muito difícil por gostar muito de todas elas, então espero a opinião de vocês.

Vamos a elas.

10º - Deka Ranger.
Depois de assistir a Magiranger, que tem como tema de abertura uma musica bem simples e comum eu diria, tipo, ela é legal mas não tem muitos atrativos na minha opinião, surge então Deka ranger com uma Guitarra marcante que surge após um som de sirene computadorizado. A musica casou plenamente com a série. Não só o tema de abertura como os de encerramento são sensacionais. Dekaranger cantado pela dupla Psyco Lover ganha nossa décima posição.



9 - Ultra man Orb
Surge Ultraman Orb. Talvez pra você que acompanha a franquia Ultra desde sempre, diga. Esse tema não tem nada demais. Porem para mim, A musica trás um pouco dos anos 80. Quando ao soprar dos metais ou guitarra da musica, em menos de dois segundos você dizia: "É o herói tal". Ultraman Orb tem tudo que eu curto, um herói mais velho, cenas de ação sensacionais e o Tema de abertura fantástico que ganha nossa nona posição.



8º - Boukanger
Boukanger trás Hironobo Kageyama vindo com tudo cantando o tema dos maiores aventureiros de todos os tempos. Quem não se lembra do tema "Atack" proferido pelo Bouken Red na hora de partirem pras batalhas? Quem não se lembra do Roll Call e as lutas ao som dessa trilha?
O tema de abertura de BouKanger ganha nossa oitava posição.



7º - Kamen Rider Driver
Esse tema de abertura quebra uma regra muito especifica dos top 10 que venho apresentando até o momento, que é eu ter assistido a série, e vocês podem me julgar por isso, porém, eu não podia abrir mão de ter esse tema aqui, por que ele é muito, mas muito foda. Sabe aquele tema que você ouve e diz: "Cara, essa musica retrata perfeitamente o heroi, em termos de visual, de temática, ele casa perfeitamente com as cenas de ação(assisti a alguns episodios). Esse é o tema, e ganha nossa sétima posição."



6º - Kamen Rider Ghost
Eu particularmente não sou muito de acompanhar os Riders da era Heisei. Perto de todos que existem eu ainda considero que acompanhei poucos mas devo dizer que Kamen Rider Ghost me encantou de tal forma que quando me perguntam qual meu rider preferido, logo me vem a cabeça Ghost. E o seu tema não fica atrás, um puro rock com guitarra e batera gritando e embalando as cenas de ação dessa série que é maravilhosa pra mim em todos os aspectos. O tema de Kamen Rider Ghost leva nossa sexta posição.



5º - GaoRanger.
E continuamos na minha franquia favorita, pelo menos era rsrs, os Super Sentais, trazendo aqui um tema curioso. Ele tem uma pegada bem diferente dos temas de sentais até então apresentados. Posso até dizer que ele se aproxima muito do tema de Gingaman em estilo, porém Gao Ranger é um tema muito mais forte, muito mais pesado. O mais curioso, é que quando ouvo pela primeira vez, eu pensei "Que droga é essa?", e então com o tempo, com o passar da série, eu fui me acostumando com o tema, entendendo sua essencia e passando a curtir a ponto dele chegar hoje a nossa quinta posição. GAAAAOOOOOO!!!! 



4º - Shinkenger
O que você diria se fosse apresentado um sentai pra você que falasse sobre os costumes samurais, com batalhas com espadas, com uma carga dramática muito, mas muito pesada. Que fosse apresentado um sentai que trabalhasse se não todos, a maior parte do cultural Japonês? Provavelmente que seu tema seria algo que remetesse a tudo isso, mas ai, você assiste ao primeiro episodio dessa série e ouve um som regado a Guitarra, marcação pesada na batera, e na versão ao vivo ainda tem o publico respondendo as chamadas da musica e unissono. Fantástico, simplesmente fantástico. Um tema que quebra o gelo de uma série que ao ser apresentada poderia parecer sem graça graças ao tema cultural pouco conhecido a fundo aqui no Brasil, e puxa ela para o interesse inicial, pra que aos poucos a gente vá se apaixonando por ela. Shinkanger leva nossa quarta posição ao som de Psychic Lover!!



3º - Sun Vulcan.
Esse tema que está em terceiro lugar é marcante pra mim por alguns motivos. Primeiro, ele é um tema pelo menos pra mim, muito a frente de seu tempo tratando-se de super sentais, basta compará-lo com os temas anteriores e você sentira a diferença. Segundo, foi a primeira série super sentai pré Goggle Five que assisti, e por mais que meu coração dissesse que não, eu tive que reconhecer que ela é uma série, apesar muito parecida com sua predecessora, ela é muito superior. E outro motivo pelo qual esse tema marca pra mim é o fato de ter a força da voz de um dos maiores cantores de tokusatsu de todos os tempos Akira Kushida. Sun Vulcan deixa seu tema de abertura para nós na terceira posição e sobe ao pódio!!



2º - Justirizer.
Eu não tenho muitos argumetnos para justificar esse tema na segunda posição, a não ser o fato de que sem sombra de duvidas ele é foda demais. Justiriser, é uma série que corre por fora da linha TOEI e trás lutas bacanas, historia bacana e um tema de tirar o folego. Justiriser marca pra mim por seu tema ser um dos primeiros temas a me contagiar sendo ela uma série fora do universo ao qual eu estou acostumado, e por isso, ela fica com nossa segunda posição.



1º - Zyuogher
Ai você me pergunta, "Como? Zyuohger  na primeira posição? Você não deve ter assistido a muitas séries então, pois existem infinitos temas de tokusatsu que poderia estar nessa posição." Inclusive eu até concordo com isso, existem inúmeros temas que poderiam estar aqui nesse podio, porém nenhum deles toca meu coração mais do que esse. O curioso é que acho esse tema muito mais fantástico do que a própria série foi. A introdução, a voz marcante de Hideaki Takatori. Tudo, exatamente tudo nesse tema me encanta, e por isso Zyuohger leva nossa primeira posição.


E é isso ai galerinha, como prometido, atrasado como sempre claro, trago aqui os 10 temas mais fodas na minha opinião, tratando-se de séries que não passaram legalmente no Brasil. Por isso, se você descorda de toda essa lista, ou tem uma opinião diferente sobre as posições em que elas se encontram, deixe seu comentário, pois ele será lido e prontamente respondido. Vamos interajir. Fiquem com Deus e até a próxima.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Seiun Sentai Uniranger - Capítulo 02


Data Timming... Inciando transmissão...
Miya, uma habitante do planeta Uni desperta de um estado de hibernação involuntário após seu planeta ter sido destruído. Tudo não passava de um plano de seu pai, o Dr.Krim para que ela ficasse em segurança. Para poder descansar, a alienígena se esconde no planeta Terra, o único compatível com a atmosfera de seu planeta natal. No entanto, os Terroristas Espaciais que sobraram da guerra no planeta Uni a encontram e atacam a Terra. Ela pede a ajuda de 3 humanos para se tornarem os Unirangers da Terra.
Data Timming... Fim da transmissão...

- E esse aqui é o comando central da UniShip! – dizia Miya para Takato, Ino, Kenshin e Yuusuke que pareciam todos muito surpresos.
- Que lugar maneiro! – dizia Kenshin. – Amei isso aqui!
- E pensar que essa nave enorme está camuflada e encalhada bem aqui... – dizia Takato impressionado, mas numa pose descolada.
- O que é “maneiro”? – questionava Miya para Ino.
- É uma forma de dizer incrível. – explicava Ino rindo um pouco. Ela se via encantada com a inocência de Miya, aquilo tudo parecia agradavelmente estranho.
- Ai, ai, ai, ai! – dizia Krinus que corria para Miya. – Srta.Miya, pode pedir para o seu convidado que ele mantenha distancia de mim?
Eles olham para Yuusuke que apenas sorri sem graça.
- Foi mal... – ele dizia.
- Não é meio óbvio? – dizia Miya um tanto ríspida. – Deveria ao menos pedir desculpas!
- Mas, eu...!
- Olha, Yuusuke, eu só deixei você vir por causa dos seus amigos que foram me ajudar, ok? Portanto, se não se comportar, terei de pedir que se retire.
- Nossa... – Yuusuke ficara surpreso com a grosseria da alien. – Quanta hostilidade.

Os grandes protetores do universo! Os Guerreiros escolhidos para defender a justiça em todos os planetas... Eles são... Seiun Sentai Uniranger!
Abertura: https://youtu.be/qLuMlTgRlXw

Launch 2 – Me deixe lutar!
Os cinco pareciam comemorar enfim a vitória contra Trong. Todos pareciam muito contentes quando Miya voltava a ficar séria. Ino se aproxima dela para tentar conversar.
- O que houve? Ficou séria novamente. – dizia Ino.
- Ainda estou pensando no nome que Trong mencionou antes de o derrotarmos... – Miya dizia pensativa.
A imagem de Trong sendo derrotado era viva em sua cabeça. Ela podia ver a cena claramente.
[Flashback]
- Seiun Final Attack!!!
Os quatro Unirangers concentram energia em suas armas e disparam um poderoso golpe de energia contra Trong que tenta segurar, mas sente seu corpo ceder.
- N-Não pode ser!!! – dizia o vilão – Esse não pode ser o meu fim! Zugaikomen!!!!
O corpo do Terrorista finalmente cede e sofre o impacto do ataque caindo em seguida e explodindo.
[Flashback]
- Quem é Zugaikomen? – questionava Takato se aproximando delas. Yuusuke e Kenshin voltam sua atenção para a conversa também.
- Zugaikomen é um dos Terroristas Espaciais. – explicava Krinus antes que Miya pudesse faze-lo. – Ele estava entre o grupo que destruiu o planeta Uni. É um terrorista inescrupuloso que queria o poder das Seiun Keys assim como seus companheiros. Torturou dezenas de seres pelos planetas que passou.
- Achei que todos, com exceção de Trong, haviam sido mortos no planeta Uni. – comentava Kenshin.
- Se ele está morto então tá sussa! – dizia Yuusuke batendo nas costas do amigo. – Ele só devia estar delirando antes de morrer!
- Mesmo que seja verdade. – cortava Miya. – O planeta de vocês ainda não está livre do perigo.
- Como assim? – pergunta Ino.
- Trong deve ter vindo em uma nave, que deve estar cheia de Bosers. – Miya explicava. – Os Bosers estão programados para destruir e conquistar mesmo que seus chefes sejam derrotados.
Uma luz vermelha começa a piscar na base, os Unirangers se viram para o telão e uma imagem é visualizada, se tratava do Terrorista Espacial que invadia seu sinal.
- Zugaikomen... – Miya dizia com tom e olhar de ódio. Ela cerrava os punhos. – Então você sobreviveu.
- Eco, então essa coisa feia é o Zugaikomen? – dizia Yuusuke.
- Bem, não podemos negar que faz sentido, né? Hehehehe – comentava Kenshin.
- Shhh, façam silencio! – Ino os olhava com repreensão e apontava para Miya que não tirava os olhos da tela enquanto cerrava os punhos.
- Zugaikomen, como descobriu essa freqüência? – a alien perguntava.
- Hahahahaha então é mesmo a filha do grande Dr.Krim... – o vilão dizia com deboche.
- Sim, sou eu mesma. – ela era seca. Os outros não haviam a visto daquela forma ainda. - Diga logo o que você quer?
- Eu quero que você e seus queridos Unirangers da terra me encontrem na pedreira abandonada de Quioto, uma batalha mano a mano.
- Hum... Isso não me parece uma boa idéia. – dizia Takato.
- É mesmo, parece uma armadilha... – comentava Kenshin.
- Não foi o que quis dizer. – interrompia Takato. – Quis dizer que isso é mais confusão pra gente.
- VOCÊS PODEM APOSTAR QUE É UMA ARMADILHA! – Zugaikomen dizia com toda a clareza. - Apareçam Unirangers ou irei dizimar esse planetinha de vocês!
- Pode apostar que nós iremos! – Miya respondia na impulsividade.
Ela, Takato e Kenshin vão diretamente para o hangar da nave, Ino para no meio do caminho para falar com Yusuke, ela estava preocupada com ele.
- O que está fazendo? – Ino perguntava ao vê-lo se aproximar.
- Como assim “o que está fazendo”? – indagava o roqueiro. – Eu vou pra batalha! – ele socava a própria mão. – Já perdi a luta da outra vez, agora eu...
- Não pode! – cortava Miya. – Você não tem o poder pra isso.
- Então me dê, como fez com o resto do pessoal. – dizia Yuusuke.
- A coisa não funciona assim. – explicava Miya. – Eles se transformaram porque as Seiun Keys os reconheceram. Eu apenas confiei na minha intuição.
- Bom, então confie nela novamente e me deixe ficar com a que sobrou! – insistia o rapaz se aproximando dela.
- Pra trás! – Miya se afasta.
- Mas, o que...? – Yuusuke não podia acreditar no que estava vendo. – Qualé! Deixa de bobagem, vai! 
Ele tenta se aproximar mais uma vez e Miya se afasta. Estava claro para ele agora – ela não confiava no rapaz. Yuusuke estava surpreso. Takato toca em seu braço.
- Mais sorte na próxima, man. – ele dizia com um sorriso de canto, não fazia nem questão de esconder a felicidade com aquilo.
Os 4 partem para a pedreira de Quioto como o combinado em motos especiais. Eram motos que lembravam uma Honda NM4 Vultus, porém, cada uma em suas respectivas cores e com a logo de um planeta em dourado na lateral. Ao chegarem lá não veem ninguém, procuram atentamente já preparados para qualquer ataque, de repente vários Bosers aparecem atacando nossos heróis que contatam a base pedindo suas armas, Yuusuke se levanta e as envia, ele observa a luta. Os Unirangers iniciam a batalha contra os soldados robôs, em meio à batalha eles são atingidos misteriosamente.
Os unirangers logo olham para a frente e vêm Zugaikomen. Sem pensar em mais nada, SeiunVenus salta na direção do Terrorista Espacial.
- Venus Plasma Crush!!! – diz ela utilizando a Venus Shooter e disparando um raio de plasma poderoso no formato do planeta contra o vilão.
O Terrorista Espacial rebate o ataque e os dois começam a trocar golpes. Os outros Unirangers eram cercados cada vez mais por Bosers. Eles são atacados novamente misteriosamente.
- Estranho... – dizia SeiunMercury – Vocês sentiram isso?
- Sim, é como se tivesse algo nos atacando. – dizia SeiunJupiter.
- SeiunSaturn, use o scanner em seu visor para descobrir quem ou o que está te atacando! – dizia a voz de Krinus no comunicador deles.
- EyeScan!!! – dizia o Uniranger preto seguindo a dica do robô.
Com o Eyescan, SeiunSaturn pode ver tudo o que se está camuflado, de repente ele vê a figura de uma nave, então prepara a SeiunLaser e atira contra a nave que se descamufla.
- Malditos! – diz Zugaikomen surpreso. – Como descobriram minha nave, Camaleon?
- Humpf, você achou que nos enganaria? – dizia SeiunSaturn – É um imbecil mesmo!
- Hahahahaha será que sou mesmo? – perguntava o pirata – Olhem para cima...
Os Unirangers se vêm presos por uma enorme rede de energia, eles tentam escapar, mas ao tocarem na rede levam um grande choque.
- Tolos, não adianta tentar escapar, essa rede mágica pode eletrocuta-los, e a voltagem aumenta à medida que é tocada. – o vilão parecia gozar da situação. – Hahahaha! vocês não tem escapatória, hahahahaha! - Zugaikomen se afasta desaparecendo. 
Do chão surgem algumas armas de segurança que começam a disparar raios contra os heróis. Yuusuke observa tudo aquilo e se vê na obrigação de ajuda-los, mas como? Sem os poderes deles, seria inútil. Ele tenta pensar em alguma forma. De repente a imagem da batalha desaparece, Yuusuke estranha, tenta fazer a imagem voltar mas ao invés disso, uma seta enorme aparece na tela, ela apontava para a saída do salão principal, ele resolve segui-la saindo do salão, várias setas surgem apontando, dessa vez para a direita. Ele passa a segui-las. À medida que elas iam aparecendo ia seguindo-as, quando percebe estava andando em zig zag, até que se depara com uma parede.
- Humpf, que ótimo, a parede da nave... – dizia ele desapontado. – Sabia que estava imaginando coisas.
Uma elevação se forma na parede, um scanner de mão aparece. A princípio, o rapaz se assusta, mas põe a mão no scanner que aceita as digitais e uma porta secreta se abre naquela parede.
- Ual, que coisa estranha!! – ele se surpreendia cada vez mais. - Até mesmo para uma nave alienígena, o que será que tem aqui?
Enquanto isso, os Unirangers tentam se desviar dos raios disparados, eles estão indo muito bem, quando vários Krinus aparecem e começam a enfrentar nossos heróis, dificultando ainda mais as coisas.
- Droga, assim não vai dar... – SeiunVenus já parecia cansada.
- Não vai mesmo! – SeiunJupiter concordava – Já estou ficando esgotado, se as coisas continuarem assim, nós iremos perder!
- Se o Yuusuke estivesse aqui... – Mercury lamentava. 
- É mesmo, ele sempre encontrou soluções, desde o colegial, lembram?
- O se lembro, eu me ferrei por causa disso. – comentava SeiunSaturn.
- É, mas por enquanto teremos de nos virar sozinhos.
Yuusuke entra no local que estava todo escuro, não se podia enxergar nada, de repente, raios são disparados contra ele que leva um susto. O jovem roqueiro não entendia o que estava acontecendo, apenas que não poderia se deixar vencer, ele então começa a tentar desviar dos disparos, mas era difícil sem poder ver nada. Yuusuke é atingido o tempo inteiro, começava a se ferir com os raios, se continuasse assim, acabaria morrendo. A imagem de seus amigos perdendo a luta que enfrentavam lhe veio à cabeça, isso aumentou mais ainda seu desespero, ele quase desistira quando se lembra de quando conheceu Takato no jardim, depois no segundo ano, quando entrou para a  banda de Ino e Kenshin, e por ultimo se lembra do que Ino falou para ele há pouco.
“- Yuusuke, você pode não ter poderes como nós, mas você é um membro essencial pra gente, você é a nossa força Yuusuke. É quem nos dá força para lutarmos, para querermos proteger o mundo. Você é quem nos alegra nos momentos mais difíceis, sempre foi... Não fique assim, você pode ser quem você quiser.”
- A Ino está certa, eu posso ser quem eu quiser ser... – ele pensava alto consigo mesmo. – Os meus amigos, estão todos contando comigo, não posso morrer aqui, senão, nunca serei um Uniranger! Não irei desistir!!
Yuusuke fecha os olhos e se concentra, um novo raio é disparado contra ele, mas dessa vez consegue escutá-lo e desviar. Em seguida vários raios são disparados, ele corre em direção a eles e consegue desviar, até que alcança a arma de segurança e a quebra. Se prepara para o próximo disparo, mas nada acontece, uma luz ascende ao fundo do enorme salão, Yuusuke vai até lá, um cofre emerge do chão, se destranca automaticamente e depois se abre, o jovem parece maravilhado com o conteúdo do cofre.
Enquanto isso, nossos heróis começam a se cansar, os Bosers não paravam de aparecer, à medida que eram vencidos, mais robôs apareciam. Com isso, os poderes se esgotam e nossos heróis se destransformam. Agora tinha chegado a hora deles, foi o que pensaram. Os Bosers partem para o ataque, mas uma figura quebra a rede e destrói os robôs malignos, nossos heróis olham para a figura encapuzada.
- Hã?! –indagava Miya - Mas quem é você?
- É amigo ou inimigo? – dizia Takato.
- Vamos, responda! – ordenava Kenshin.
- Gente... – Ino interrompia. – Eu acho que sei quem é...
- Calma amigos, - a figura encapuzada finalmente se manifestava. - não se preocupem, eu vim aqui ajudar!
- Essa voz... – Takato comentava não gostando nada.
- Só pode ser...! – Kenshin parecia animado.
A figura retira seu capuz mostrando sua verdadeira identidade: Yusuke.
- Rá! Eu sabia! – Ino ficava contente. – Yuusuke, você veio nos ajudar!
- Sim, o que você me disse me ajudou bastante, vocês poderão sempre contar comigo amigos, me desculpem a demora! Agora descansem, eu cuido deles!
- Mas, como? – questionava a alien heroína.
- Olhem, e observem.... – Yuusuke mostrava um changer igual ao dos outros em seu pulso esquerdo e uma Seiun Key em sua mão direita. – Seiun Key! Start Henshin!!!!
A empolgação ao dizer aquelas palavras era clara. Um brilho o envolve, ao fundo aparece o universo, o corpo brilha intensamente, desse brilho surge um uniforme, que se completa com o capacete em sua cabeça. Milhares de Bosers aparecem e atacam o novo guerreiro. Porém, seus ataques não são nada para o herói, Yuusuke ativa sua arma pessoal e dispara contra os robôs, em seguida dá uma sequência de chutes.
- MarsBlazer! – dizia o herói de vermelho esticando o braço onde sua arma estava presa. Ela parecia uma espécie de pistola. De repente, uma lamina toma o lugar do cano de disparo. – Blade Mode!
Ele então corre contra os Bosers que se enfileiram e partem para cima dele. O herói atravessa e fatia os soldados que caem e explodem. Os outros Unirangers se impressionam com o poder de Yuusuke e se empolgam, Zugaikomen então aparece.
-Meus Bosers!! – o vilão dizia indignado. – Maldito!!! Quem você pensa que é?
- O Guerreiro Explosivo! - diz Yuusuke jogando o tronco pro lado direito enquanto levava o braço esquerdo por cima da cabeça e levando o punho direito pra frente no que a imagem do planeta Marte aparecia no fundo – SeiunMars!
Continua...

Pessoal! É hora do Quiz planetário!
A porta da sala de comando da UniShip se abre, Krinus teclava rapidamente no computador. A câmera se aproxima dele.
- Hm? Vocês de novo?! – dizia o robô. – O que querem? Estou numa emergência aqui! – o alarme tocava incessantemente. – Mais quiz? Pois bem, se estão tão interessados assim, me respondam uma coisa! – o robô digitava algo e então o telão mais acima mostrava o planeta Marte. – No episódio de hoje Yuusuke finalmente conseguiu sua Seiun Key! Qual deus da mitologia terráquea leva o nome do planeta Marte e porque? A resposta vem logo após o encerramento!

Encerramento: https://www.youtube.com/watch?v=1gRdGs1kIzg

Pessoal! É hora do quiz planetário!
- Oh, olá de novo! – dizia Krinus. – E então? Descobriram? Bom, a resposta é: Ares, o deus da guerra. Quem influenciou quem na verdade foi o deus grego que é chamado Marte na Mitologia Romana. O planeta recebeu esse nome devido sua cor avermelhada que era associada ao sangue e à violência em tempos antigos ao invés do amor. – explicava o robô. – Por hoje é só! Quero ver o que esse rapaz vai aprontar, fiquem aí e vejam o que vem a seguir!

Atention! Atention! A nave já vai partir!
Com a ameaça de Zugaikomen acabada, Yuusuke, Ino, Kenshin e Takato se despedem de Miya que decide ir em busca de possíveis parentes do planeta Venus. No entanto, um terrível Império do mal parece ter surgido após tanto tempo. Sem Miya por perto e o poder dos Unirangers, a Terra se vê em um risco de extinção. Launch 3 – O Terrível Império Brazillo!

Zugaikomen
Bosers

SeiunMars

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Minha entrevista feita pelo blog Tokureply


Fala galerinha do Planet Satsus. Ontem, domingo dia 02/04/2017, tive a honra de ser entrevistado pelo Maycon Douglas, ADM do Blog Tokureply, um blog da vertente Tokusatsu que chegou quietinho mas ja vem fazendo ótimos trabalhos pela Tokunet a fora e pouco a pouco ganhando seu espaço. A entrevista foi muito bacana e como eu nunca tinha sido entrevistado nesses tres anos de Tokunet, eu curti muito, e estou aqui pra compartilhar com vocês tudo que rolou. A entrevista foi via chat, ou seja, de forma escrita, e com a permissão do ADM do blog Tokureply, posto ela aqui.

domingo, 2 de abril de 2017

Seiun Sentai Uniranger - Capitulo 01


O espaço, esse vasto lugar onde reside o planeta Terra. Quem de nós, terráqueos, iriamos imaginar que num lugar como esse batalhas e até mesmo guerras eram travadas em galáxias distintas? Quem de nós iria imaginar, que seríamos pegos no meio de uma?
Uma nave surge em meio à nossa galáxia. Dentro dela, um robô de estatura média e armadura laranja se aproximava de um dos setores. Aquela era a UniShip.
- Srta.Miya... – dizia o robô – É hora de acordar!
Ele liga a luz daquele setor que se revelava na verdade um compartimento amplo com alguns tubos mais ou menos do tamanho de uma pessoa. Dentro de um desses tubos se encontrava uma alienígena cuja pele era um tanto escamosa e num mix de verde com amarelo. Seus lábios eram avermelhados e suas mãos lembravam mãos de anfíbios. Os braços possuem barbatanas e na lateral do pescoço pequenas guelras. Abaixo dos olhos haviam pequenos cristais em tons amarelos. Ela usava uma roupa jeans com branco e duas pulseiras com pedras vermelhas, cada uma em um braço.
- Vamos lá, Srta.Miya! – insistia o robô – A senhora já dormiu demais!
Miya parecia dormir profundamente. Não só isso, mas algo atormentava seu sono.
[Planeta Uni... Um mês atrás...]
- Kiriba, o que exatamente estamos procurando aqui? – ela se vira e vê a porta se fechando. – Kiriba! O que está fazendo?!
- Me desculpa! – dizia um alien com lágrimas nos olhos. Ele usava um traje parecido com o de Miya, tinha uma aparência similar à de um morcego e pequenas pedras de tom violeta abaixo dos seus olhos negros. – Eu não podia negar isso ao seu pai!
- Ao meu...? Kiriba, não! Por favor! Me deixa sair! Kiriba!!!
- Desculpe, Miya... – ele chorava ainda mais ao vê-la batendo contra a porta, tentando a faze-la abrir.
- Mas, Kiriba, eu...
- Eu sei. – ele a interrompe tocando a pequena janela que havia na porta – Eu também te amo.
A nave começa a se desprender da base. Ela então se lança no espaço enquanto Miya se debulhava em lágrimas.
[UniShip, momento presente...]
Miya se debatia no tubo enquanto o robô tentava acalma-la e acordá-la.
- Kiriba... – ela dizia ainda sonhando. – Pai!!!! – ela acorda um tanto assustada olhando em volta. De repente, ela vê o robô e salta dali se armando como quem precisava se defender – Quem é você?! Onde eu estou?!
- Srta.Miya, por favor, tenha calma! – dizia o robô – Não estou aqui para machuca-la, pelo contrário. A senhorita está na UniShip.
- UniShip? – ela indagava olhando melhor em volta – Sim, é verdade! Estou a reconhecendo agora...
- Respondendo a sua outra pergunta, eu sou a unidade de assistência criada pelo Dr.Krim, o seu pai. Eu me chamo Krinus, prazer.
- Krinus... – ela dizia o olhando pensativa. – Meu deus! O Planeta Uni! – ela dizia assustada ao se lembrar do que houve. – Precisamos voltar! O meu pai... Kiriba, eles...
- Temo isso não ser possível, Srta.Miya. – interrompia Krinus – Infelizmente o Planeta Uni não se encontra mais em seu setor.
- Co-Como assim? Está dizendo que...?
- Infelizmente. – Krinus confirmava em um tom de lamento. – No entanto, conseguimos chegar a esse quadrante, como seu pai havia programado caso os Terroristas Espaciais conseguissem conquistar o planeta Uni.
- O meu pai fez isso? – ela indagava olhando para o espaço lá fora.
- Sim.
- E como se chama esse quadrante?
- Acredito que ele é conhecido como Via Láctea, Srta.Miya.
Um pouco distante da UniShip, se encontrava o planeta que seria o lar de Miya por algum tempo. Onde suas aventuras começariam. Esse planeta era o Planeta Terra.

Os grandes protetores do universo! Os Guerreiros escolhidos para defender a justiça em todos os planetas... Eles são... Seiun Sentai Uniranger!
Abertura: https://youtu.be/qLuMlTgRlXw

Launch 1 – Seiun Key! Start Henshin! 
- Aqui estamos, Srta.Miya. – dizia Krinus. – Este é o planeta que segundo as análises possui atmosfera compatível com a do Planeta Uni.
- Você tem certeza disso? – dizia Miya – Ainda acho uma péssima ideia, eu devia estar caçando novos Unirangers, como meu pai queria. Não me escondendo.
- Srta.Miya, seu pai gostaria que ficasse protegida. Esse planeta pode ser precário, mas aqui estará em segurança, pelo menos até que esteja preparada. A UniShip também sofreu danos com a explosão do planeta. Preciso repará-los.
- Está certo. – ela se conformava enfim. – Acho que irei explorar o local então.
- Er... Srta.Miya...
- O que foi agora?
- É melhor que a senhora camufle sua aparência.
- Como é? – ela estranhava – O-O que tem minha aparência? Está me chamando de feia?
- Não é isso. – o robô explicava. – Os terráqueos são humanos retrógados, sua falta de tecnologia e conhecimento os fazem hostis com relação ao desconhecido.
- O que quer dizer exatamente?
- Resumindo: se a senhora sair com sua forma real, eles te caçarão e te prenderão para estudos. Te tratarão como uma ameaça iminente.
- Então eu devo me disfarçar como um deles para poder andar livremente... – ela levava a mão ao queixo. – Já não gosto desse planeta. Com tantos lugares, tinha que ser um tão atrasado assim? Muito bem, vejamos...
Miya começa a digitar no computador da nave, em seguida, ela entra em uma máquina que começa a modificar sua aparência, a deixando mais de acordo com a aparência de um ser humano. Ela sai da máquina por fim, ainda trajando sua roupa do planeta Uni mas agora com o rosto e o corpo de um ser humano, com cabelos castanhos escuros com uma franja lisa e as pontas encaracoladas. Ela se despede de Krinus com um gesto e sai da nave.
Enquanto isso, outra nave voava pelo espaço. Dentro dela, um alien de armadura preta com detalhes em dourado e um rosto que lembrava uma estrela adentrava uma sala que parecia ser a cabine de controle. 
Nela estava Zugaikomen com seu corpo reconstituído, porém o rosto agora um pouco diferente. Onde antes parecia haver um rosto por debaixo do capacete de caveira, agora o capacete parecia ter se tornado seu rosto, com uma aparência de um dragão de caveira, os olhos estavam amarelos com pigmentos vermelhos em volta.
- Somos tudo o que sobrou dos Terroristas Espaciais, Trong. – ele dizia para o companheiro que havia entrado.
- O que faremos agora, senhor? – questionava Trong.
- No momento? Quero que me traga novidades. – dizia o vilão.
- Bom, senhor... Com relação ao planeta Uni... – dizia Trong com receio.
- O que tem? – Zugaikomen o olha de canto – Ele está destruído. O povo de lá e as Seiun Keys foram todas destruídas.
- N-Não exatamente... Receio que tenha havido um sobrevivente... – ele dizia com medo.
- Como é?! – Zugaikomen se vira rapidamente e com a mesma velocidade, se aproxima de Trong o erguendo pelo pescoço. – Está me dizendo que um dos responsáveis por isso ainda está vivo?! – o vilão dizia referindo-se ao próprio corpo.
- N- Não se preocupe nós a encontraremos, é apenas uma garota... – o capanga dizia desesperado.
- Ótimo... – o vilão o soltava e voltava a observar as estrelas – Mas, você tem algum sinal dela Trong?
- Bem, eu perdi o sinal dela próximo a este planeta... – ele dizia apontando para a Terra que estava à frente deles. – Acredito que esteja aqui...
- Hum... Tome, leve isto com você para lhe ajudar em sua busca.
Zugaikomen joga uma esfera para Trong que a parte ao meio fazendo uma fumaça sair de dentro dela, essa fumaça começa a absorver a energia do ar em volta e a tomar a forma de algumas criaturas de metal que simulavam esqueletos e cujos olhos brilhavam em vermelhos. Trong e os soldados se retiram do local e vão à procura de Miya.
A mais nova habitante da Terra parecia completamente perdida. A UniShip havia pousado um pouco distante da cidade e Miya caminhava por uma estrada guiada pelas placas indicativas. 
Ao atravessar a pista, quase é atropelada por um carro, o olha para e fica espantada com o quanto aquele planeta era atrasado. Quatro jovens - 3 homens e 1 mulher - saem de dentro do carro, eles perguntam à Miya se ela estava bem, ela tenta correr mas a jovem agarra seu braço perguntando qual era a pressa, Miya diz que precisava chegar logo à cidade, a jovem então lhe oferece carona. Mesmo não confiando, ela sabia que a forma mais rápida de chegar à cidade seria naquele veículo ultrapassado, portanto resolve aceitar.
- Eu me chamo Ino, Ino Konami, este do meu lado é o Kenshin... – dizia uma garota de cabelos longos e negros, lisos. Olhos também negros. Ela trajava uma roupa largada no corpo, uma camisa regata por cima de uma outra também regata, só que listrada em preto e branco. Calça jeans rasgada nos joelhos. Também usava alguns colares e pulseiras.
- Hi! – acenava um rapaz de cabelos castanhos claros, curtos mas não muitos. Ele usava uma jaqueta branca por cima de uma camisa xadrez, uma calça jeans em tom cinza claro e tinha um piercing no queixo.
- E os dois ali na frente são o Yuusuke e o Takato. – ela apontava para o motorista com com cabelo platinado e barba. Ela não conseguia ver sua roupa direito de onde estava. O outro ao lado brincava com um chapéu. Usava uma camisa preta social com as mangas dobradas na altura dos cotovelos - Qual o seu nome?
- Me chamo Miya Tozo... – ela respondia meio incerta se deveria passar informações sobre si.
- Tozo? – Ino perguntava surpresa. - Nossa... Que nome diferente!
- Eu gostei! – interrompia Yuusuke, o rapaz com cabelos platinados que dirigia o carro - Mas nos diga, o que você veio fazer em Quioto?
- Reconhecimento. – ela respondia na hora meio distraída, como se não estivesse interessada no papo. – Estamos chegando?
- Quase. – dizia Yuusuke. – Você não é muito de socializar, não é mesmo?
- Bem... – ela continuava a olhar pela janela do carro. – Não pretendo ficar muito tempo por aqui. Só o necessário pra consertar o meu... “Veículo”.
Os quatro se olham. Eles estranhavam muito o jeito dela, era tão suspeito. Eles começam a se questionar se haviam feito certo em lhe dar uma carona. De repente o carro freia e todos perguntam o que houve para Yuusuke.
- Que foi isso, Yuusuke?! – questionava Ino irritada com o susto que levara. – É mais de uma das suas gracinhas?!
- Gracinhas? – perguntava Miya. – O que são gracinhas?
- Han... Pessoal... – dizia Takato sem tirar os olhos da frente e ignorando completamente a pergunta incomum de Miya. – Olhem isso...
Todos olham para a frente do carro e avistam Trong que atacava a entrada da cidade. A Uniana sai rapidamente do carro e parte para cima de Trong que a derruba com apenas um soco, Takato, Yuusuke e Kenshin pulam em cima do vilão, mas acabam caindo também.
- Você está bem?! – dizia Ino correndo até Miya
- S-Sim... – ela dizia com um pouco de dor.
Miya se levanta, de repente ela corre em direção a Trong novamente tomando sua verdadeira forma. Todos ali ficam assustados. Ela começa a lutar com Trong e a força dos dois pareciam quase iguais, Trong então desaparece dizendo que aquilo não havia terminado ali. Após passado todo o susto, eles se reúnem em um hotel com Miya de volta ao seu disfarce humano.
- O que aconteceu lá? – questionava Takato.
- Essa é uma boa pergunta... – comentava Yuusuke sem tirar os olhos da alien.
- Será que você poderia nos explicar o que houve Miya? – dizia Ino - Quem era aquele monstrengo e no que foi aquilo que se transformou?
- Por favor! – ela dizia desesperada – Não me usem como experimento! Eu não sou uma ameaça, eu juro!
- Experimento? – dizia Yuusuke em tom de deboche. – Nós temos cara de MiB agora? Arquivo X?
- Sempre fazendo piadinha desnecessária... – dizia Takato em voz baixa. Ele então volta sua atenção para Miya e se aproximando dela. – Olha, nós não vamos fazer nada contra você, ok? Só... – ele olhava Ino que nem percebia direito – Queremos entender o que está acontecendo aqui.
- Muito bem, eu não sei se devia, mas... – ela dizia um tanto insegura, mas algo lhe dizia que eles realmente não fariam mal a ela. – Irei contar minha história.
Miya explica tudo o que aconteceu com ela aos 4, eles ficam embasbacados. A heroína pede a ajuda deles, pede para que eles formassem os Unirangers da terra, os 4 se assustam mais ainda com o pedido da uniana.
- Você quer que a gente se torne heróis? – indaga Ino. – É isso mesmo?
- Sim. – ela dizia desesperada. – Sei que parece loucura, que é tudo muito surpresa pra vocês, mas acreditem em mim! Me ajudem, por favor!
- Não sei não... – dizia Takato recuando. – Olha, eu não vou contar nada, prometo. Mas, eu não quero me envolver em encrencas.
- É uma responsabilidade muito grande. – dizia Ino.
- Bom, eu estou indo. – Takato dizia sem rispidez, sem tom algum na voz. – Nós temos um compromisso, lembram?
- Odeio isso, mas o Takato tem razão. – comentava Yuusuke olhando o relógio. – A gente pode pensar nisso depois?
Miya apenas assentia com a cabeça. Os quatro se despedem e desejam sorte à alienígena, entram no carro e saem dali no mesmo instante, abandonando Miya. No carro, todos eles se sentiam estranhos, era como se algo os incomodasse. Eles finalmente se aproximavam de um estádio, aparentemente teria um show ali. Yuusuke desce do carro, porém, a porta do carro se fecha na mesma hora.
- E-Ei! – dizia o rapaz – O que estão fazendo?! E o nosso show?!
- Foi mal! – gritava Kenshin com um sorriso de canto. – Avise que vamos nos atrasar um pouco!!!
Miya caminhava desolada. Ela tentava entender o que havia dado nela para contar tudo a eles, o porque ela pedira ajuda a completos estranhos que nunca vira antes. Seria realmente o desespero ao enfrentar Trong? Ela então escuta o cantar de pneus e avista um carro se aproximando em alta velocidade. Ela para com medo, imaginando que estavam vindo leva-la para ser aberta e examinada. Ela se surpreende ao ver que se tratava dos humanos que a deixaram a pouco tempo.
- O-O que estão fazendo aqui? – ela pergunta com receio.
- Nós pensamos melhor. – dizia Ino. – A sua proposta ainda está de pé?
- Como é? – Miya parecia não entender ou acreditar no que ouvira.
- Te ajudarmos contra aquele cara. – dizia Takato.
- Não sei porque, mas ao ouvir sua história, o seu pedido, algo ficou martelando na minha cabeça. Como se eu devesse te ajudar.
- Sim. O mesmo comigo. – dizia Ino.
Takato não dizia nada, apenas concordava com a cabeça.
- Então vocês... – ela dizia emocionada. – Obrigada, de verdade!
Naquele mesmo instante, uma enorme explosão acontece, Miya entra no carro com os outros e eles correm rapidamente em direção ao local que se tratava do ginásio em que deixaram Yuusuke, onde eles tocariam aquela noite. Estava tudo destruído, escombros escondiam pessoas feridas, inconscientes. Eles nunca haviam visto nada tão horrível.
- Gente, ali! – dizia Kenshin apontando mais pra frente. Havia uma mão em um dos destroços, pra onde eles correm.
Era um dos membros de sua banda: Yukito. Ino levava a mão à boca. Ela olha para o lado não querendo ver o estado de seu amigo, no entanto ela avista outro, este caído com a cara virada pro chão, ela o reconhecera pelas roupas.
- O meu deus, Yoshi! – ela recuava ainda mais espantada.
- Oh... Então nos encontramos novamente, Uniana. – dizia a voz de Trong que chamava a atenção deles. – Vejo que já fez amigos na Terra.
- Terrotista Espacial... – ela o olhava com ódio.
- Não sejamos formais, eu me chamo Trong! – ele dizia apontando para si – Mas talvez seja melhor me chamar de seu aniquilador! Lhe farei pagar pelo que fez aos meus companheiros!
- Foi você quem fez isso? – questionava Takato o olhando com ódio.
- Sim, já estava ficando entediado de procura-la então resolvi fazer com que ela me achasse. – respondia o vilão.
- Vai pagar... – dizia Kenshin cerrando os punhos. – Vai pagar pelo que fez!!!
Miya se aproxima deles com uma caixa na mão. Ela a abre mostrando objetos muito diferentes. Eram 5 espaços, quatro estavam preenchidos.
- Esses objetos se chamam Uni-Makers. – Miya dizia - Coloquem o menor em seus ouvidos... – ela mostrava um em sua mão e o colocando no ouvido. - Pressionem a tecla no maior e repitam comigo...
Eles fazem como ensinado parando todos ao lado da heroína alien.
- Seiun Key! Start Henshin!!!! – diziam todos em uníssono ativando o transformador.

– VENUS SATURN JUPITER MERCURY– 
– LAUNCH – 

Um brilho os envolve, ao fundo aparece o universo, o corpo de cada um deles brilha intensamente, desse brilho surge um uniforme, que se completa com o capacete em suas cabeças.
- O Guerreiro Magnetizante! – diz Takato por dentro do uniforme e batendo com as duas mãos na sua frente e então posicionando a direita ao lado da cabeçca e a esquerda na frente, ambas com o punho aberto como se fosse garras, enquanto a imagem do planeta Saturno aparecia no fundo – SeiunSaturn!
- A Guerreira Brilhante! – diz Ino por dentro do uniforme e rodopiando como se segurasse um véu e então jogando as pernas cada uma para um lado, levando uma das mãos pra cima enquanto a outra se posicionava na cintura enquanto a imagem do planeta Mercúrio aparecia no fundo – SeiunMercury!
- O Guerreiro Turbulento! – diz Kenshin por dentro do uniforme e jogando sua perna direita para trás de forma a se cruzar com a esquerda. Ele joga os braços pro lado esquerdo, se levanta jogando o torso para a direita e posicionando o braço direito como se fizesse um muque enquanto a imagem do planeta Júpiter aparecia no fundo – SeiunJupiter!
- A Guerreira da Alvorada! – diz Miya por dentro do uniforme e fazendo movimentos com as mãos na frente da cabeça. Ela desliza a perna direita para trás como num passo de tango joga o braço esquerdo para cima. Em seguida o move rapidamente para o lado enquanto o direito vai pra frente no que a imagem do planeta Vênus aparecia no fundo – SeiunVenus!
- Os guerreiros nascidos das galáxias! Seiun Sentai... - diz Seiun Venus.
- UNIRANGER!! – diziam os quatro em uníssono enquanto uma explosão ocorria atrás e o símbolo de um planeta surgia ao fundo.
- Uniranger?! – dizia Trong surpreso, mas se recuperando em seguida - Humpf... Impressionante, mas se tornarem cópias deles e fazer coreografias não irão nos vencer! Bosers, ataquem!!!!!
Os Bosers atacam os Uniranger, cada um retira sua arma: O preto retira um machado no formato do símbolo do planeta Saturno, o verde retira uma espada na mesma cor no formato do símbolo do planeta Jupiter, a azul usava pequenas adagas que aparecem juntas formando o símbolo do planeta Mercúrio e a amarela segurava uma arma de fogo no formato do símbolo do planeta Venus que, ao se materializar, se prendia ao seu pulso. Os quatro enfrentam os Bosers com uma surpreendente facilidade agora.
- Saturn Chop!! – diz Seiun Saturn acumulando energia em sua arma e a atirando para cima. Em seguida ele salta a pegando no ar e descendo contra os Bosers num corte final.
SeiunJupiter pula em suas costas pegando impulso chutando mais dez Bosers um seguido do outro.
- Jupiter Thunder Slash!! – diz o herói de verde esticando sua arma para o alto fazendo com que vários trovões caíssem sob sua lamina, em seguida, ele corre em direção aos inimigos e os atravessa com a lâmina eletrificada.
Seiun Mercury passa por ele com suas adagas e acaba se vendo cercada por outros Bosers.
- Mercury Bubble Bomb!!! – diz a heroína azul utilizando as adagas. Ela assopra bolhas explosivas contra os Bosers que são atingidos.
SeiunVenus pega impulso com a ajuda dela que a lança na direção de Trong e atinge o vilão com alguns disparos. Trong chega para trás. Em seguida, a heroína aponta sua arma para o chão e dá um disparo forte que a impulsiona para bem alto.
- Venus Final Kick!!!!! – gritava a heroína de amarelo descendo numa voadora em alta velocidade contra o Terrorista Espacial.
Trong se levanta cambaleando e sem acreditar no que estava acontecendo ali.
- N-Não é possível!!! De onde tiraram tanto poder?! De onde?! – diz ele com a mão no peito de onde saia sangue.
- Isso é o que acontece quando você se mete com o povo da Terra!
- Você está vendo, Trong? – dizia Seiun Venus – Esse é o resultado quando o universo se une contra a tirania dos Terroristas Espaciais! O reinado de vocês acaba aqui! – ela olha para os 3 companheiros – Pessoal, vamos acabar com isso com um ataque conjunto!
- Ok!– dizem os três em uníssono. – Seiun Final Attack!!!
Os quatro Unirangers concentram energia em suas armas e disparam um poderoso golpe de energia contra Trong que tenta segurar, mas sente seu corpo ceder.
- N-Não pode ser!!! – dizia o vilão – Esse não pode ser o meu fim! Zugaikomen!!!!
O corpo do Terrorista finalmente cede e sofre o impacto do ataque caindo em seguida e explodindo. Os nossos heróis finalmente relaxam e desativam seus poderes, caindo de joelhos aliviados.
- Nós conseguimos... – dizia Ino cansada e feliz. – O derrotamos...
- Não acredito que realmente conseguimos. – dizia Takato. – Isso aconteceu mesmo? – ele sorria.
- Demais! – dizia Kenshin olhando pras próprias mãos impressionado. – Isso foi realmente incrível!!!
Miya não dizia nada. Estava simplesmente séria quando um barulho chamou a atenção deles os deixando armados em pose de luta, no entanto, era apenas Yuusuke. Ele estava intacto, sem machucado algum. O barulho havia sido de sacolas que ele carregava consigo.
- Caramba, isso que eu chamo de Rock’n Roll... – ele dizia olhando pro estádio destruído. – A gente não vai ter que pagar por isso não, né? Na boa, galera, eu sou falido...
Os três amigos começam a rir daquilo. Em meio a tudo aquilo, era bom saber que pelo menos um da banda havia sobrevivido. Eles conversavam quando Ino notou que Miya continuava séria. A heroína se aproxima da Uniana.
- O que houve, Miya? – ela pergunta preocupada. – Nós vencemos Trong, está acabado.
- Antes de morrer, ele disse um nome... Zugaikomen...
Enquanto isso, na nave dos Terroristas Espaciais, Zugaikomen parecia esperar por notícias. Um soldado Boser aparece e se aproxima do vilão.
- E então? Novidades sobre a Uniana? – perguntava o Terrorista.
O soldado se aproxima e cochicha em seu ouvido. O vilão não parecia nada contente com aquilo.
- Como é que é?! – ele perguntava indignado – Trong foi derrotado?! Por quem?!
O Boser, com medo, volta a cochichar no ouvido do vilão que em seguida crava a garra de sua mão direita no robô soldado que entra em curto-circuito.
- Unirangers na Terra, huh? – o vilão pensava alto. – Perfeito...
Continua...

Pessoal! É hora do Quiz planetário!
A porta da sala de comando da UniShip, Krinus teclava rapidamente no computador. A câmera se aproxima dele.
- Hm? Oh, céus! Que susto vocês me deram! – dizia o robô. – O que estão fazendo aqui e como encontraram? O que? O sistema de camuflagem deve estar com defeito... Pois bem, se estão tão interessados assim no que vem a seguir, me respondam uma coisa! – o robô digitava algo e então o telão mais acima mostrava a Terra. – No episódio de hoje eu disse que o planeta Terra era compatível com a atmosfera em que os Unianos viviam. Como é feito esse grau de compatibilidade segundo os terráqueos? A resposta vem logo após o encerramento!

Encerramento: https://www.youtube.com/watch?v=1gRdGs1kIzg

Pessoal! É hora do quiz planetário!
- Oh, olá de novo! – dizia Krinus. – E então? Descobriram? Bom, a resposta é: a existência da água. A água é primordial para que se exista vida. Normalmente estes planetas também possuem características rochosas, mas o elemento principal que se deve ter é a água em estado líquido. Após a descoberta da presença de água, pode-se analisar outros fatores como a massa do planeta, temperatura e muitas outras característas. – explicava o robô. Ele vê uma luz piscando no painel e digita mais um pouco. – Oh... Ela não fez isso!!! – o robô ficava desesperado – C-Com licença! Eu preciso ver o que deu na cabeça da Srta.Miya, fiquem aí e vejam o que vem a seguir!

Atention! Atention! A nave já vai partir!
Com a ajuda de Ino e os outros, Miya derrota Trong. Porém, Zugaikomen ainda era uma ameaça e tanto. Yuusuke também quer fazer parte disso, mas por algum motivo, Miya não deixa que ele assuma a Seiun Key vermelha. O rapaz se mostra determinado a fazê-la mudar de ideia. Launch 2 – Me deixe lutar!

Krinus: 

Miya, forma alien: 

Miya, forma humana: 

Trong: 

Zugaikomen, renascido: 

Ino: 

Kenshin: 

Takato: 

Yuusuke: 

Unirangers: